O Instituto Emanuel (IE) irá promover, a partir do dia 02 de outubro de 2017, a primeira turma do curso básico de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, composto de 04 (quatro) módulos, tendo cada um, duração de 01 (um) mês sendo 01 aula semanal com duração de 03 horas. A turma será em número de 30 (trinta) pessoas, sendo oferecida bolsa integral para 05 (cinco) alunos. Esse curso será custeado através de colaboração feita pelos próprios alunos, e também através de empresas e/ou pessoas físicas.

O curso será realizado na Casa da Cidadania que fica na Rua Visconde de Souza Franco, 474, no Centro de Petrópolis. Para mais informações e matriculas, visite o site: http://institutoemanuel.org.br/

Este curso, apesar de ser realizado em outubro, reforça a campanha SETEMBRO AZUL que é um mês repleto de datas marcantes para a comunidade Surda:

Dia 06 e 11 de Setembro: Marco triste para esta comunidade. Lembrança do Congresso de Milão (1880) no qual foi proibido o uso das Línguas de Sinais na Educação dos Surdos.
Dia 21 de Setembro: Dia nacional da Luta Da Pessoa Com Deficiência. Os Surdos não comemoram essa das porque se consideram uma minoria linguística, e usar outra língua não é deficiência.
Dia 26 de Setembro: Dia nacional do Surdo (nesta data, em 1857, foi fundada a primeira escola de surdos no Brasil, o atual INES – Instituto nacional de Educação dos Surdos).
Dia 30 de Setembro: Dia Internacional do surdo e do Profissional Tradutor.

 

Sobre o IE
O Instituto Emanuel é uma entidade sem fins lucrativos, de direito privado, fundada em 1999 e formalizada em 2009, com sede e foro na cidade de Petrópolis/RJ, também designado pela sigla IE. Criado inicialmente para atender exclusivamente aos surdos, deficientes auditivos e seus familiares, está hoje em plena expansão das suas atividades, oferecendo atendimento aos vários segmentos da sociedade que se encontram em situação de vulnerabilidade.

O IE tem por finalidades a promoção da assistência social, da educação, da cultura, do voluntariado, do desenvolvimento econômico e social e combate à pobreza, dos direitos humanos e da participação social, entre outras.

Além das atividades realizadas diretamente, o Instituto Emanuel destaca-se por suas contribuições ao controle social e à participação popular, sendo conselheiro no Conselho Municipal de Assistência Social, Conselho Municipal de Educação e Conselho Municipal de Saúde, além de participar ativamente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Conselho Municipal de Defesa da Pessoa com Deficiência, Conselho Municipal de Segurança Alimentar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Usuários da Assistência Social, em geral, e pessoas com deficiência auditiva especialmente, encontram dificuldades diversas no cotidiano; tais dificuldades têm significado impedimento no direito de acesso a diversas políticas públicas, considerando a escassez de quadros do funcionalismo público habilitados para a comunicação em LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais
O Instituto Emanuel atua como interlocutor entre deficientes auditivos e serviços públicos e privados diversos, no sentido de garantir direitos básicos de cidadania. O serviço acompanha pessoas com deficiência em consultas médicas, atendimentos sociais e diversos outros eventos cotidianos, como relações comerciais e de trabalho.

Ainda, a entidade realiza atividades de grupos de convivência com participação de usuários com e/ou sem deficiência, visando a integração social e a difusão de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, atendimento psicossocial, ofertados gratuitamente à população.

O Município de Petrópolis, apesar de não contar ainda com mapeamento detalhado, abriga uma grande quantidade de surdos e deficientes auditivos. Esse mapeamento está sendo organizado pelo Instituto Emanuel, através de parceria em fase de construção com as Secretaria de Saúde e de Educação do Município, e também do INSS.