O consumo regular de bebidas alcoólicas pode trazer malefícios a diversos órgãos do corpo e acarretar doenças como pancreatite e hepatite, processos inflamatórios do pâncreas e do fígado respectivamente, além de uma série de complicações cardíacas e gastrointestinais. Para manter um estilo de vida saudável o ideal é evitar o consumo excessivo de álcool, no entanto, sabemos que com o fim do ano a onda de comemorações se intensifica na vida dos brasileiros. São happy hours para rever os amigos, festas do trabalho e confraternizações diversas que, geralmente, costumam ter bebidas alcoólicas e, muitas vezes, contam com a presença dos indesejados sintomas da ressaca no dia seguinte. Para amenizar esses efeitos é importante se preparar antes das celebrações, investindo em uma boa alimentação.

A hidratação também é aliada importante do organismo no combate aos efeitos do álcool. O ideal é se hidratar antes, durante e depois das confraternizações. A nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Fernanda Maluhy, dá dicas de como evitar a ressaca:

Alimentação – A alimentação, antes e depois do consumo de bebidas alcoólicas, deve ser composta principalmente por bons carboidratos com baixos índices glicêmicos, encontrados em frutas, verduras e legumes, para equilibrar a quantidade de açúcar no sangue de forma saudável e auxiliar na metabolização do álcool. Os efeitos desconfortáveis também podem ser amenizados se houver o consumo de alimentos durante a ingestão de bebidas alcoólicas.

Hidratação – A ingestão de líquidos antes, durante e depois do consumo de álcool é essencial para diminuir o mal-estar da ressaca. O ideal é beber a quantidade adequada de água no período antecedente, intercalar copos d’água com a bebida alcoólica e caprichar na reposição de líquidos e sais minerais no dia seguinte, com isotônicos naturais como suco de melancia e água de coco.

Detox – Alimentos depurativos, também conhecidos como detox, são bem-vindos após exageros no geral. De preferência unir frutas ricas em sais minerais e vitaminas com verduras verde escuras, como a couve e o espinafre, que irão auxiliar no funcionamento do intestino, acelerando, assim, a desintoxicação do organismo.

Quantidade – Não existe fórmula mágica para se proteger da ressaca após a ingestão de grandes quantidades de álcool, então, a dica mais eficaz é controlar o quanto se bebe e evitar os exageros, preservando o estômago e o fígado que são imediatamente prejudicados por esses abusos, além de evitar os possíveis problemas a longo prazo, como o acúmulo de gordura, aumento da pressão, do colesterol, entre outras complicações.

 

Sobre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Fundado por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é um dos maiores centros hospitalares da América Latina. Com atuação de referência em serviços de alta complexidade e ênfase nas especialidades de oncologia e doenças digestivas, a Instituição completa 120 anos em 2017. Para que os pacientes tenham acesso aos mais altos padrões de qualidade e de segurança no atendimento, atestados pela certificação da Joint Commission International (JCI) – principal agência mundial de acreditação em saúde –, o Hospital conta com um corpo clínico renomado, formado por mais de 3.700 médicos ativos, e uma das mais qualificadas assistências do país. Até o final deste ano, sua capacidade total instalada será de 805 leitos, sendo 582 deles na saúde privada e 223 no âmbito público, além atingir o número de 4 mil colaboradores.

Fonte: Hospital Alemão Oswaldo Cruz