Responsável por mais de 1 mil quimioterapias por mês, 85% delas apenas de pacientes de Petrópolis, o Centro de Terapia Oncológica (CTO) vai passar a receber, em maio, repasse mensal de R$ 660 mil do governo do estado. São quase R$ 200 mil a mais por mês, acordo selado nesta quarta-feira (14.03) com o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Junior, reunião com a presença do prefeito Bernardo Rossi e do secretário de Saúde, Silmar Fortes, além de diretores do CTO e da Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos, entidade de apoio aos pacientes e seus familiares.

“O CTO, um trabalho exemplar, precisava continuar atendendo à demanda do SUS e empreendemos todos os esforços para aumentar os repasses. Com toda a crise financeira a Secretaria estadual de Saúde, está sendo muito parceira de nossa cidade e tem atendido as reivindicações ”, disse o prefeito.

Os dados revistos foram apresentados, na última segunda-feira (12.03), pela Câmara Técnica da Comissão Intergestora Bipartites (CIB), e foi revelada a necessidade de um remanejamento de teto para os repasses. A clínica está atendendo, em média, cerca de 50 pacientes a mais que a estimativa que é de, aproximadamente 140, com um repasse mensal de R$ 460 mil. Sendo assim, Petrópolis passará a contar, a partir do mês de maio, com acréscimo de quase R$ 200 mil para o custeio das demandas de atendimentos da unidade.

“O CTO é a nossa referência em atendimentos de casos relacionados à oncologia na região. Temos o compromisso de não deixar que os serviços oferecidos pela unidade sejam interrompidos e a garantia que os repasses cheguem a Petrópolis nos dá mais tranquilidade para que possamos continuar assistindo os pacientes de nossa rede municipal”, disse o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

Será criada uma comissão de acompanhamento da utilização destes recursos. Na próxima quarta-feira (21.03), uma reunião definirá os primeiros passos para a abertura do grupo que vai monitorar a assistência dos casos atendidos pela clínica e a regulação das vagas.

“É importante que, após a liberação de mais este recurso para a cidade, que tenhamos um acompanhamento da utilização da verba. É um compromisso nosso com a população, trazendo toda a transparência necessária e prestando as contas com a sociedade”, frisa o secretário.
Carla Ismael, uma das diretoras do CTO e médica atuante na cidade, comemorou o aumento de repasse. “São 36 anos dedicados ao tratamento de mais de 20 mil pessoas e esta revisão era necessária pelo volume hoje maior de pacientes que estamos recebendo”.

O Centro de Terapia Oncológica é uma clínica dedicada aos pacientes portadores de câncer, que atende particular, SUS e Convênios. O Centro possui corpo clínico especializado e conta com equipe multidisciplinar integrada para as diversas etapas do tratamento: Oncologia Clínica, Hematologia, Infectologia, Enfermagem Oncológica, Farmácia Oncológica, Psicologia Oncológica, Clínica de Dor e Cuidados Paliativos.

Ana Cristina Mattos, presidente da APPO esteve presente à reunião. A entidade, que apoio pacientes e suas famílias em tratamento, é uma referência no estado na assistência a quem passa pelo tratamento. A entidade já tem 25 anos de atuação. O encontro teve a participação de Rogério Tosta, presidente do Conselho Municipal de Saúde e do deputado estadual Marcus Vinícius.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Crédito da foto: Divulgação / Ascom PMP