Cruzeiro garante favoritismo e leva o título para BH Equipe é a maior vencedora da Copa do Brasil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Na noite desta quarta-feira, o Cruzeiro enfrentou o Corinthians na Arena Itaquera, pelo segundo jogo da final da Copa do Brasil. No primeiro confronto, em Belo Horizonte, o time já tinha construído uma boa vantagem ao vencer o visitante por 1 a 0, com gol de Thiago Neves no final do primeiro tempo.

A história começou parecida na decisão final, em São Paulo, já que logo na primeira etapa, Robinho aproveitou o rebote de Barcos e abriu o placar para a Raposa. O VAR começou a aparecer no jogo quando influenciou na decisão do árbitro em marcação de pênalti para o time da casa, convertido pelo camisa 10, Jadson. Logo após, Pedrinho acertou um belo chute de fora da área, virando o jogo para os corintianos, mas o árbitro de vídeo invalidou o lance, quando viu uma falta em cima do zagueiro Dedé. O feitiço virou contra o feiticeiro e Arrascaeta que não tinha nada a ver com isso, recebeu boa bola do atacante Raniel, dando possibilidade para a definição do placar de 2 a 1.

É a 6ª vez que o Cruzeiro ganha a Copa do Brasil, sendo assim o maior vencedor do torneio. Ano passado, o time já havia ganhado do Flamengo em jogo muito disputado, onde a decisão ficou por conta das penalidades máximas. Essa também será a maior bonificação que um clube vai receber depois de ser campeão, ao total são R$ 62 milhões de reais destinados ao ganhador. O vice teve garantido uma quantia equivalente à R$ 20 milhões.

Com o título garantido, a diretoria terá um fôlego maior para colocar as contas em dias, já que o assunto foi pauta quando o atual presidente, Wagner Pires de Sá, assumiu a administração do clube no início do ano. Até o momento, o time mineiro já recebeu R$ 73 milhões de reais em premiações contra R$ 71,2 milhões de reais com dívidas envolvendo empréstimos feitos para ajustar o balanço econômico.

O presidente já informou que Mano Menezes permanece no comando do clube para a próxima temporada e que a meta desta vez é o tri-campeonato da Libertadores, já que a equipe está garantida na fase de grupos da competição para o próximo ano.

Por: Gabriel Malheiros

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.