Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam, nesta terça-feira, através de mandado de prisão, Luis Henrique Machado de Oliveira, conhecido como Mumu, pelo crime de extorsão.

O Delegado Titular da Unidade disse que na última quinta-feira, a especializada recebeu a informação que empresários com indústrias sediadas em Capivari, Duque de Caxias, estavam sendo procurados por dois indivíduos que passaram a exigir uma contribuição financeira mensal para que traficantes de drogas da comunidade “Vai Quem Quer” não retaliassem as empresas.

Informou, ainda, que a equipe de inteligência identificou os criminosos e assim foi possível representar pela decretação de prisões temporárias, pois havia um primeiro pagamento agendado para 20 de setembro.

Continuou esclarecendo que com os mandados de prisão em mãos, agentes da DRF diligenciaram até local, onde também havia policiais militares chamados por empresários associados à FIRJAN.

Luis Henrique foi capturado quando chegava à porta de uma das empresas. Com ele foi apreendida a quantia de R$ 6.500, recebida como primeira cota de umas das empresas extorquidas.

O delegado disse também que o outro indiciado, Roniery De Oliveira Alves, que já tinha mandado de prisão por organização criminosa, não foi localizado. Roniery havia sido indiciado como sendo o braço direito do indivíduo conhecido como “Maninho do Posto”, responsáveis pelo desvio de mais de 14 milhões de litros de combustíveis da Petrobrás.

Com o avanço da investigação e informações obtidas com os policiais militares, um terceiro indivíduo foi identificado. Só ao Shopping Outlet Premium, os criminosos exigiram o pagamento de R$ 50.000,00 mensais para que as atividades pudessem continuar com tranquilidade. O inquérito será finalizado e encaminhado à Justiça.

 

Fonte: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ)