Foto: banco de imagens

Crimes virtuais crescem 75% durante pandemia

Advogado especialista no assunto, Anselmo Ferreira Melo Costa dá dicas de como se proteger da ação de criminosos

Durante a pandemia da Covid-19 a internet se tornou uma das principais ferramentas para o trabalho, relacionamentos, entretenimento entre outros serviços. Infelizmente, além do bom uso das redes, a internet também se tornou palco para ação de criminosos. 

De acordo com dados da Minsait, empresa global de tecnologia e consultoria, os cybercrimes tiveram aumento de 75% neste ano, na comparação com o ano anterior. Para o advogado especialista em crimes na internet, Anselmo Ferreira Melo Costa, a principal maneira de se proteger contra fraudes do tipo é se atentar à veracidade das informações dadas pelo possível criminoso.

“Confira se a empresa, vendedor, contratante, prestador de serviços, etc, é idôneo. Se essa pessoa existe e se está em conformidade com a lei. Para isso, faça consultas em sites de reclamação online. Qualquer sinal de dúvida, não forneça seus dados”, alerta.

Ainda segundo o especialista, atualmente, existe um projeto de Lei no Senado (o PL 2.068/2020), que prevê a tipificação do estelionato virtual, propriamente dito, que propõe, inclusive, aumento de pena em determinadas circunstâncias, como, por exemplo, fraude cometida por qualquer meio eletrônico ou outros meios de comunicação de massa.

Advogado Anselmo de Melo Ferreira Costa – Foto: Acervo pessoal

“Acredito que o aumento do número de casos de crimes do tipo durante a pandemia, e, com a possibilidade de a internet ser cada dia mais uma ferramenta de trabalho, há a necessidade de se criar leis próprias para esta situação”, afirma.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também