Crato encerra ciclo de festas de final de ano com Folia de Reis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O evento contará com participação de 20 grupos totalizando 358 participantes de todas as idades, oriundos das cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato.

Encerrando o ciclo de festas de final de ano, no dia 06 de janeiro, (Dia de Reis), próximo domingo, chega ao Crato o “Festejos Natalinos – Cultura Popular no Cariri”, evento que consiste na valorização da Folia de Reis, um dos maiores e mais vivos legados da cultura popular da região, contribuindo para fortalecer, gerar renda e divulgar a cultura popular nordestina, tão intimamente ligada à religiosidade.

O Dia de Reis no Crato terá início a partir das 17 horas com a concentração dos grupos de cultura popular na Praça São Vicente, em seguida cortejo até a igreja da Matriz para uma celebração. Após a missa, apresentações simultâneas dos grupos na Praça da Matriz do Crato.

O evento contará com participação de 20 grupos totalizando 358 participantes de todas as idades, oriundos das cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato. São eles: Reisado de Congo do Mestre Aldenir;  Reisado Mestre Antônio de Helena; Reisado Mestre Dedé de Luna; Reisado São Vicente do Mestre Galego; Grupo Folclórico do Projeto Menino Jesus; Manero Pau do Distrito da Bela Vista do Mestre Cirilo; Manero Pau Mestre Chico Caboclo; Grupo Mirim do Manero Pau Mestre Chico Caboclo dos Currais; Grupo de Côco da SCAN – Sociedade Cratense de Auxílio aos Necessitados; A gente do Côco – Grupo de mulheres da Batateira; Grupo de Côco Mestra Maria da Santa; Lapinha Mestra Zulene Galdino; Lapinha do Bom Jesus de Montealverne; Banda Cabaçal dos Irmãos Anicetos; Banda Cabaçal Mirim da Chapada do Baixio; Reisado São Miguel do Mestre Tarcísio; Reisado Discípulo do Mestre Pedro do Mestre Antônio; Reisado de Couro do Mestre Pedro; Bacamarteiros da Paz do Mestre Nena (Francisco Gomes Novais); e Grupo Mateu de Teatro.

De origem portuguesa, o Reisado teve início no Brasil no século XIX e é próprio dos festejos natalinos que anunciam a chegada dos Reis Magos para contemplar o nascimento do menino Jesus. “Festejos Natalinos – Cultura Popular no Cariri”, além de contribuir para a divulgação e valorização da tradição popular nordestina, gera renda e dar visibilidade aos profissionais da cultura e artistas populares do estado do Ceará; promove um intercâmbio cultural entre público e artistas populares e possibilita o acesso democrático ao projeto, através do acesso gratuito e irrestrito às apresentações.

Os “Festejos Natalinos – Cultura Popular no Cariri” é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, em parceria com a Midas – Produções Culturais e patrocínio da Grendene.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.