CPTrans propõe caminhos alternativos para quem quer evitar área da Bauernfest

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

 Com previsão de mais de 350 mil visitantes entre os dias 14 e 30 de junho, período da Bauernfest, a CPTrans está orientando aos moradores da cidade que não quiserem acessar o entorno da festa a utilizar caminhos alternativos. As interdições para a montagem do evento já começaram e a Alfreda Pachá está fechada desta terça-feira (04.06) para a montagem do evento. A previsão, no entanto, é que haja, ainda, outras interdições, desta vez em áreas residenciais evitando a parada de veículos em portas de garagem, que atrapalham a rotina de moradores, por exemplo.

 A CPTrans também disponibiliza um mapa com essas rotas alternativas: caminhos que ligam Itaipava ao Bingen, Bingen ao Quitandinha, Itamarati ao Quitandinha e acesso ao Valparaíso pelo por exemplo, constam nessa arte. Há, ainda, a opção de passagem pela Vila Militar, que terá as ruas Duque de Caxias e 29 de Junho abertas até a meia-noite para a passagem de veículos.

 “São opções de trajetos que os petropolitanos, geralmente, já conhecem e que podem ser usados nessa época de cidade cheia. São esperados, só de veículos de turismos, mais de 880 – que foi o número registrado na última edição da Bauernfest. Então, apesar de haver um planejamento, o número de pessoas vindo à nossa cidade, aliado a frota existente que já é grande, é possível encontramos retenções principalmente após o início do evento. Por isso estamos sugerindo os caminhos alternativos”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Para acessar a área do Bingen, por exemplo, saindo de Itaipava, a indicação é seguir pela União e Indústria até a Avenida Barão do Rio Branco, utilizar a Rua Professor Stroele (Quarteirão Brasileiro) até a Rua Mosela, de onde pode seguir ao Campo do Serrano para o Quarteirão Ingelheim e acessar a Rua Bingen. A via, por ser mão dupla em praticamente todo o trecho, pode ser utilizada para quem fazer o caminho inverso.Do Bingen ao Quitandinha a dica é usar o Vila Militar, passando pelo Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Já a partir do Itamarati, a opção é utilizar o Alto da Serra. A dica é usar as Ruas Silva Jardim, Santos Dumont, Albino Siqueira até a Praça Pasteur para onde pode seguir tanto para o Alto da Serra, quanto para o Quitandinha.

Todas as alterações viárias já foram passadas pela equipe da CPTrans ao aplicativo de celular Waze, que poderá ser um grande aliado dos motoristas petropolitanos para os dias da festa. O App está disponível em todas as plataformas na loja on-line de cada sistema operacional.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.