CPTrans começa instalações de bicicletários no Centro Histórico

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Companhia Petropolitana de Trânsito (CPTrans) iniciou as instalações dos bicicletários na cidade. Os primeiros locais contemplados foram a Rua Professor Pinto Ferreira, no Centro, e na Rua do Imperador, próximo ao Obelisco. Nesta primeira fase, serão instalados bicicletários também na Praça da Liberdade e no Terminal Centro. A ação faz parte do projeto da Ciclo Rotas, que tem a finalidade de definir espaços nas vias com a demarcação de área específica e compartilhada com veículos, que garantirão a passagem dos ciclistas em segurança.

A implementação da Ciclo Rota faz parte do Plano de Mobilidade Urbana, elaborado pela CPTrans, com o objetivo de apresentar projetos que auxiliem na melhoria do trânsito na cidade. Os espaços começarão a ser demarcados no primeiro semestre do ano que vem. As áreas que terão a implementação da Rota Ciclística nesta primeira fase incluem as ruas do Imperador (nos dois sentidos); da Imperatriz (nos dois sentidos); e Raul de Leoni; além da parte final da Avenida Ipiranga; Av. Koeler (nos dois sentidos); Praça Rui Barbosa; Avenida Tiradentes e Rua Nelson de Sá Earp.

“As Ciclo Rotas são opções viáveis, onde estimulamos um novo modal e conseguimos dar mais opções de transportes à nossa população. Estamos investindo em buscar alternativas para o transporte dos petropolitanos. A frota da cidade é mais de 170 mil automóveis, acreditamos que a implementação do projeto da Ciclo Rotas possa ser mais uma opção para a população”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

As ruas receberão sinalizações verticais e horizontais e demarcações específicas, tanto das áreas compartilhadas com os carros, quanto em locais de travessia. A demarcações acontecem de acordo com as vias, que serão compartilhadas com carros, sendo a prioridade do ciclista. A segunda fase do projeto já está sendo elaborada pela equipe.

Estudos realizados durante a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana, em 2018, apresentou que cerca de 10 mil pessoas fazem uso de bicicletas na cidade, sendo que 240 a utilizam como principal meio de locomoção. Esse meio de transporte apresenta, entre outras vantagens, baixo custo para o usuário, maior autonomia e melhor mobilidade, além de ter menor impacto no trânsito e para o meio ambiente.

O projeto foi apresentado em setembro durante a programação da Semana Nacional de Trânsito, no evento Petrópolis Bike Day.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.