Coronavírus pode deixar Senado sem quórum nesta semana

As medidas de precaução após o avanço do novo coronavírus no Brasil poderão deixar as sessões do Senado sem uma quantidade suficiente de parlamentares para votações.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), autorizou senadores com mais de 65 anos a se ausentarem do Congresso a partir desta segunda-feira (16). Nessa faixa etária, estão 26 dos 81 integrantes da Casa. Além disso, gestantes, imunodeprimidos ou portadores de doenças crônicas estão liberados.

Os idosos são considerados um grupo de risco por serem mais vulneráveis aos impactos da doença. Crianças, por exemplo, têm altas chances de contraírem o vírus e não apresentarem sintomas, segundo as autoridades médicas.

A taxa de letalidade entre idosos é maior. Desde dezembro, 3,6% das pessoas diagnosticadas com 60 a 69 anos morreram. O índice aumenta para 8% entre aqueles com 70 a 79 anos e para 14,8% entre idosos com 80 anos ou mais.

Os senadores estão liberados, mas, se quiserem, poderão ir ao Senado. O Congresso Nacional tem uma sessão conjunta de deputados e senadores marcada para terça-feira (17), às 11 horas. “Eu acho que é difícil quórum esta semana”, avaliou o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também