Pela primeira vez em 95 anos de história, um casamento entre mulheres aconteceu nos salões nobres do Hotel Belmond Copacabana Palace. A farmacêutica Roberta Gradel e a economista badalada Priscila Raab uniram-se no dia (11) em uma cerimonia judaica

As noivas usaram vestidos seguindo uma linha mais tradicional assinados pela estilista Marie Lafayette. Após o tão esperado “sim”, Roberta e Priscila abriram a pista de dança.

Além de todas as pompas, a cerimônia também apresentou elementos da tradição judaica: rupá, quebra de copos, homens usando kipá e dança das cadeiras para as noivas. O sax de George Israel animou os convidados – entre eles, a modelo Danielle Sarahyba e o marido, Wolff Klabin, além de Flávia Sampaio, esposa de Eike Batista.

Desde 2013, resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetiva em casamento. Em quatro anos, foram 15 mil registros oficializados em todo o país, segundo o órgão.

Crédito da foto: Reprodução da Internet