Copa do Mundo é tema de campanha no Banco de Sangue Santa Teresa

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Banco de Sangue Santa Teresa, em Petrópolis, realiza, até 3 de julho, uma ação social com a temática esportiva que está movimentando centenas de países, a Copa do Mundo. Os voluntários que comparecerem à unidade e se apresentarem às recepcionistas como participantes da Copa Solidária serão homenageados com lembranças personalizadas e exclusivas com a temática da competição.

A campanha integra uma série de ações que estão ocorrendo ao longo de todo o mês em comemoração ao Junho Vermelho e a Copa do Mundo etêm o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de doar sangue, além de reverter a queda nas doações, típicas dessa época do ano em decorrência, principalmente, das temperaturas mais baixas e das doenças tradicionais do inverno. Além disso, com a proximidade das férias escolares, em julho, e as comemorações em decorrência dos jogos, a tendência é o número de doações ser menor, e os estoques não podem estar abaixo do índice de segurança viável.

O Banco de Sangue Santa Teresa é responsável por realizar, em média, 650 transfusões por mês e precisa de 80 doações por dia para atender a essa demanda com segurança. O sangue coletado ajuda a salvar vidas de pacientes tanto do SUS quanto da rede particular. São pessoas atendidas em prontos-socorros e nos hospitais Santa Teresa e Unimed, além de pacientes encaminhados pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que dependem dessas doações todos os dias. Quem quiser ajudar basta estar em boas condições de saúde e pesar mais de 50 quilos. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar três horas após o almoço ou a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável). O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito endoscopia ou processos endoscópicos precisa aguardar seis meses após o procedimento. Para tatuagem ou piercing, é necessário esperar 12 meses.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.