Lucas Machado/Inter TV RJ

Controle sanitário aperta cerco com veículos de fora do município Até ontem, feriado do Dia do Trabalho, mais de 900 veículos foram obrigados a retornar para suas cidades de origem

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O prefeito Bernardo Rossi, por intermédio do decreto municipal 1.169 do dia 28 de abril deste ano, reforçou as medidas de atuação do controle sanitário instalado nas entradas da cidade. Com a publicação, os ocupantes de veículos com registro de licenciamento de outros municípios, incluindo táxis ou transporte por aplicativo, provenientes de locais onde há casos confirmados de Covid-19, estão proibidos de adentrar em Petrópolis. Os ônibus intermunicipais também já estão proibidos de circular desde o início do mês de março.

De acordo com relatório que é feito diariamente pela CPTrans, do dia 23 de março até ontem, feriado do Dia do Trabalho, mais de 900 veículos foram orientados a retornar para as cidades de origem.

“Vale ressaltar que esse decreto altera a redação do parágrafo 3º do artigo 3º do decreto 1.105 do dia 23 de março. Essa ação tem como objetivo resguardar ainda mais a população de Petrópolis. Não podemos ter uma sobrecarga dos leitos hospitalares e, para isso, o controle sanitário precisa ser mais rigoroso. Não podemos permitir que o isolamento social que solicitamos seja prejudicado. Precisamos proteger a cidade e por isso peço como faço desde o início desta pandemia, para que todas as pessoas fiquem em casa para o bem coletivo”, ressalta o prefeito Bernardo Rossi.

Para que um carro possa entrar em Petrópolis, o condutor e os ocupantes que com ele estiverem, devem comprovar residência ou domicilio na cidade. Também podem acessar o município os condutores e ocupantes que comprovarem atividade profissional a ser realizada no dia da abordagem. O decreto ainda aponta que profissionais de saúde, agentes públicos a serviço, correios, militares da ativa, advogados a serviço e sócios de empresas com sede em Petrópolis, exceto microempreendedor, podem entrar sem restrições. Os veículos classificados como ambulância e viaturas de forças de segurança, de transporte de gêneros alimentícios, medicinais, de combustível e mercadorias de caráter essencial também estão isentos das restrições.

Com a nova redação, está delegada aos servidores da Secretaria de Saúde, da Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), Guardas Civis e agentes da CPTrans, solicitar a parada dos veículos nas barreiras para aferição de temperatura, averiguação do motivo da viagem para certificar que o mesmo se adequa a alguma exceção prevista no decreto. Os agentes também estão embasados a solicitar documentos para o enquadramento do condutor, dos passageiros, a fim de certificar que estão de acordo com as exceções previstas. Caso seja verificado que o condutor não se enquadre nas determinações, os agentes estão autorizados a proceder com a proibição de entrada em Petrópolis.

“Não são medidas que queríamos, mas precisamos resguardar à população petropolitana. Vamos trabalhar para que as pessoas se conscientizem cada vez mais que é necessário ficar em suas residências, para que o número de casos diminua”, disse o presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Crédito da foto: Lucas Machado/Inter TV RJ

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Maligno e A Casa Sombria estreiam nesta quinta-feira na Rede Cinemaxx Petrópolis

Tomar a vacina contra a Covid-19 é uma demonstração de amor e cuidado consigo e com o próximo. Para incentivar, cada vez mais, as pessoas a se vacinarem, a Rede Cinemaxx traz promoções especiais. Quem apresentar a carteira de vacinação, na bilheteria de qualquer uma das unidades da Rede Cinemaxx, comprovando que tomou uma ou duas doses da vacina, vai ganhar um presente especial do Cinemaxx.

Comentários estão fechados.