Comitê Paralímpico Brasileiro oferece curso EaD para professores de Educação Física em parceria com MEC

O curso, oferecido em parceria com o Ministério da Educação e o Programa Impulsiona, é gratuito, certificado e tem carga horária de 46 horas.

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) oferece novas vagas para o curso “Movimento Paralímpico: Fundamentos Básicos do Esporte”, uma oportunidade de capacitação online para professores de Educação Física. O objetivo é incentivar a prática esportiva nas escolas como uma ferramenta pedagógica de inclusão. O curso, oferecido em parceria com o Ministério da Educação e o Programa Impulsiona, é gratuito, certificado e tem carga horária de 46 horas.

O conteúdo inclui textos, vídeos e atividades interativas sobre temas como a história do esporte paralímpico, grandes atletas brasileiros, tipos de deficiência elegíveis e sugestões de atividades práticas para levar mais inclusão para as aulas de Educação Física.

“A atividade física pode mudar a vida das pessoas com deficiência e das famílias. Aconteceu comigo, e acontece com tantas outras pessoas”, conta Mizael Conrado, presidente do CPB, cego em decorrência de catarata congênita, bicampeão paralímpico com a seleção brasileira de futebol de cinco (para cegos) e eleito melhor jogador do mundo em 1998. “O Comitê Paralímpico Brasileiro assumiu este compromisso de promover a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade por meio do esporte, e isso só é possível em consonância com a educação.”

Renato de Oliveira Brito, Diretor de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação do MEC, destaca que 2021 é um ano especial para trabalhar a temática do esporte para pessoas com deficiência. “Os Jogos Paralímpicos de Tóquio vão acontecer, seguindo rígidos protocolos de saúde e mostrando valores como coragem, igualdade e inspiração. O nosso curso vai permitir que professores levem esses valores para as escolas, seja nas aulas online ou presenciais.”

As inscrições para o curso do Movimento Paralímpico devem ser feitas no site https://impulsiona.org.br/esporte-paralimpico/

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Faperj lança edição 2021 do Bolsa Nota 10

De acordo com as regras do Programa, as Bolsas Nota 10 contemplam apenas os últimos 12 meses de curso para os alunos de mestrado (13º ao 24º mês) e os últimos 24 meses de curso para os alunos de doutorado (25º ao 48º mês) – os meses devem ser contados a partir da data da matrícula na pós-graduação.