Por Guilherme Nascimento Oliveira

 

Após a prisão do presidente do comitê olímpico brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, o comitê olímpico internacional anunciou a suspensão do Brasil, no órgão, além do afastamento de Nuzman de suas funções no principal órgão desportivo mundial, apesar da medida, os atletas brasileiros poderão participar normalmente de todas as competições olímpicas.

As medidas impedem que o país consiga recursos para pagar dívidas referentes aos jogos do Rio realizados no ano passado, sendo que, a organização possuí débitos consideráveis com diversas empresas que ajudaram no evento, muitos atletas que disputaram as olimpíadas do Rio e ex-atletas defendem as investigações e outros manifestam sua satisfação com a prisão do dirigente brasileiro, que é acusado de participar de um esquema de compra de votos para que o Rio fosse escolhido sede dos jogos em 2016.

As investigações ocorrem em países como Estados Unidos, Japão e Suíça, no Brasil ela tem o nome de Unfair Play, que traduzido do inglês significa jogo sujo, sendo também um desdobramento da Operação Lava-jato no Rio de Janeiro, que já levou a cadeia o ex-governador Sérgio Cabral, que é investigado nessa e em outras operações de combate a corrupção, o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como Rei Arthur segue sendo procurado pela polícia federal e outras autoridades judiciais.

 

Sobre Guilherme Nascimento Oliveira

Guilherme Oliveira é o mais recente colaborador do Portal Giro, graduando em História na UNIRIO, foi atleta, jogador de futebol no Petropolitano Foot-Ball Club, no atua com mídia esportiva desde 2013, é repórter e comentarista de esportes diversos, principalmente no futebol e no automobilismo.