Por Hédio Júnior

A comissão especial que analisa o projeto de lei de privatização da Eletrobras na Câmara dos Deputados vai ouvir nesta terça-feira (17) o presidente da estatal, Wilson Ferreira Júnior. A participação do executivo na reunião do colegiado é considerada prioritária pelo governo e pelo relator da comissão, deputado José Carlos Aleluia, do DEM da Bahia. À frente da companhia desde julho de 2016 e atuante no setor de energia elétrica desde 1995, Wilson é conhecedor do ramo e defensor a venda de ações da Eletrobras para o mercado aberto.

A estatal é a maior companhia de capital aberto da América Latina. Seu projeto de privatização é uma das prioridades do governo do presidente Michel Temer neste último ano de mandato. A expectativa do Executivo é arrecadar R$ 12,2 bilhões com a venda de ações da empresa. Pelo modelo proposto, o governo federal manterá a maior parte das ações, cerca de 40%, mas deixará de ser o acionista majoritário, ou seja, terá menos do que 50% das ações da companhia. Nenhum outro acionista, porém, poderá concentrar mais de 10% de cota da empresa, cada um.

A arrecadação com a venda de parte da Eletrobras estava prevista no orçamento do Executivo este ano, mas acabou sendo retirada enquanto o projeto não é efetivamente aprovado. De acordo com o presidente da comissão especial de desestatização da Eletrobras, Hugo Motta, do PRB da Paraíba, há dois pontos importantes que o presidente da companhia de energia poderá esclarecer.

“Primeiro, é o real estado da empresa, o que motivou o governo a tomar essa decisão. Termos uma noção real do que acontece no dia a dia da empresa. E a segunda situação mais importante, na minha avaliação, é para o futuro da empresa, acontecendo o processo de desestatização, o que o país, o que o setor e, principalmente, o que os consumidores irão sair ganhando com esse processo”, explicou.

A participação de Wilson Ferreira Júnior na reunião da Comissão de Privatização da Eletrobras, na Câmara dos Deputados, está prevista para as duas e meia da tarde desta terça-feira.

Fonte: Agência do Rádio Brasileiro