A Comdep começou nesta segunda-feira (25.09) a fazer capina e remoção de entulho de Araras dentro do Festival de Limpeza realizado no bairro. Até a próxima quinta-feira (28.09), a Companhia vai mobilizar entre 20 e 25 funcionários para o trabalho no bairro. Além disso, a empresa também ministrou um workshop sobre reciclagem em uma escola local.

O Festival da Limpeza está na 18ª edição e é promovido pela ONG Projeto Araras. Esse ano, tem como tema “Rio Araras que te quero limpo”, que chama atenção para conservação do rio. Segundo a vice-presidente do Projeto Araras, Fernanda Reis, o ponto mais importante do Festival é a participação da comunidade.

“O mais bacana é que a participação popular é o que faz diferença, com várias atividades sendo desenvolvidas por voluntários e com os moradores apontando quais são as necessidades do bairro. A Comdep e a Águas do Imperador são nossos parceiros e nós apresentamos para eles um relatório detalhado do que os moradores consideram que o bairro precisa. É esse planejamento que está sendo executado agora”, disse Fernanda Reis.

Dentro mutirão de limpeza, a Águas do Imperador vai fazer a retirada de folhagem, pedras e lixo que atrapalham o curso da água. Em seguida, a Comdep faz o recolhimento de todos os resíduos. Esse trabalho foi iniciado na região chamada de “Poço dos Peixes”. Já a capina e a remoção de entulho tiveram início pelo Malta e pelo Vista Alegre. Esses locais ainda receberam varrição.

“Todos os anos o Projeto Araras chama a Comdep para realizar a limpeza do bairro nesta mobilização e mais uma vez estamos nos fazendo presentes. Nós já fazemos esses serviços ao longo do ano, mas estamos juntos dos moradores nesta união para promover melhorias para toda região”, afirmou o presidente da Comdep, Wagner Silva.

O Festival da Limpeza tem o objetivo de levantar o debate sobre o de despejo de lixo e esgoto no rio e discutir o tratamento de esgoto na região. A programação ainda inclui palestra sobre o Rio Araras, com o biólogo Sérgio Escarlate, a recomposição dos jardins do posto da Polícia Militar (realizado com ajuda de voluntários) e exibição de curtas metragens sobre meio ambiente, entre outras atividades. A ideia é mobilizar a comunidade para estas questões – enquanto os moradores participam das discussões, os estudantes recebem o conteúdo de educação ambiental.

Na última sexta (22.09), por exemplo, a coordenadora de educação ambiental da Comdep, professora Jussara Gatto Justen, mostrou para cerca de 40 crianças de 2º e 3º anos da Escola Paroquial Santa Bernardete como é possível reaproveitar materiais.

“São alunos de mais ou menos sete e oito anos e mostramos um vídeo para elas e depois mostramos como dá para fazer reciclagem na prática. No caso deles, que são muito pequenininhos, fizemos peças de artesanato para ensinar o reaproveitamento de forma lúdica”, explicou Justen.

“Nós já trabalhamos essas questões de cuidar do meio ambiente o ano inteiro e sempre temos atividades junto com o Projeto Araras. Essa atividade com a Comdep foi ótima, a participação dos alunos foi muito boa”, disse a diretora da escola, Ana Maria Noel.