Na tarde de ontem, o Fluminense foi até Saquarema, região dos lagos, para estrear no campeonato carioca contra a equipe do Boavista, em função da preparação da Flórida Cup e de mudanças forçadas pela antecipação do horário previsto para iniciar a partida, o tricolor ficou sem seus principais atletas.

Muitos jovens oriundos das divisões de base entraram em campo na tarde de ontem, tendo uma média de pouco mais de 20 anos, do outro lado o Boavista tinha diversos jogadores experientes, alguns inclusive com passagens pelo Fluminense como Julio César, Rafael e Tartá.

Na primeira etapa os dois times criaram muitas chances, apesar da concentração do jogo no meio campo, os setores defensivos apresentaram espaço suficiente para a fluidez das jogadas de ataque, o verdão de Saquarema abriu o placar com o centroavante Leandrão, após cruzamento de Júlio Cesar, 10 minutos depois o Fluminense chegou a igualdade com Caio que aproveitou rebote de um belo voleio de Pedro, que gerou uma defesa incrível de Rafael, terminando a primeira etapa, coma igualdade em 1 a 1.

O segundo tempo, foi muito difícil para o Fluminense, o time sentia o desentrosamento de seus jogadores, o cansaço pelo início de temporada, o forte calor da cidade litorânea e a inexperiência dos atletas, com um time treinando a mais tempo e jogadores mais rodados o Boavista não teve tantas dificuldades para voltar a frente do placar, com Erick Flores, a situação ficou ainda pior quando Claudio Maradona foi derrubado por Evanílson dentro da área, penalidade convertida por Erick Flores, que deu números finais ao jogo, 3 a 1 para o Boavista.

Nos minutos finais, Claudio Maradona ainda provocou a expulsão do meio-campista Caio que fez uma falta para matar um contra-ataque com sério risco de transformar o indigesto placar numa goleada histórica, a torcida protestou contra o presidente Pedro Abad e pediu a contratação de maios reforços para o elenco.

O Fluminense volta a campo no sábado(20/01), no clássico contra o Botafogo, previsto para ás 17 horas o jogo ganha contornos decisivos de dramáticos para os dois clubes, pois uma derrota pode dificultar a classificação desses times para as semifinais da Taça Guanabara, pois o Fluminense é lanterna de seu grupo e o Botafogo apenas empatou com a Portuguesa da Ilha no Nílton Santos,após estar perdendo por 2 a 0.

(imagem retirada do site Explosão Tricolor)