Com mosaico gigante, Fla busca virada contra o Independiente no Maraca O Flamengo terá que vencer o Independiente, da Argentina, por dois gols de diferença

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Tácido Rodrigues

 

Quando entrar em campo na noite desta quarta-feira (13), mais de 60 mil torcedores rubro-negros terão a missão de empurrar o time rumo ao título inédito da Copa Sul-Americana. E o fator casa pode ser determinante para o Flamengo, já que a equipe não perde no Maracanã como mandante há quase dois anos. Nesta temporada, em competições internacionais, o Mengão venceu San Lorenzo, Atlético Paranaense, Universidad Católica, Junior Barranquilla e empatou com o Fluminense.

Para fazer a alegria da maior torcida do mundo, o Flamengo terá que vencer o Independiente, da Argentina, por dois gols de diferença. Em caso de vitória rubro-negra por um gol de diferença, haverá prorrogação. Se o empate persistir, a decisão será nos pênaltis.

 

Tumulto

Fora das quatro linhas, a finalíssima já começou. Na noite dessa terça (12), torcedores do Fla se reuniram em frente ao hotel dos argentinos e queimaram fogos de artifício. A manifestação já estava marcada desde a semana passada, quando flamenguistas foram chamados de “macaco” pelos rivais. ?As provocações contra os argentinos foram de todas as formas possíveis. Em uma delas, com um drone com a bandeirinha da Série B, em referência à queda dos hermanos no Campeonato Argentino de 2013. Pelo Twitter, o Independiente respondeu com ironia, agradecendo a “recepção”.

 

Fonte: Agência do Rádio Brasileiro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.