Desde o sorteio que definiu as chaves da Copa do Mundo, foi possível perceber que o Grupo G, composto por Bélgica, Inglaterra, Panamá e Tunísia era muito desequilibrado e as duas primeira rodadas onde as fortes seleções nacionais europeias confrontaram a debutante seleção panamenha e a tunisiana de volta aos mundiais, comprovou as previsões.

Abrindo mais um dia de competição, a Inglaterra precisava vencer o Panamá para garantir seu acesso as oitavas de final, apagando a péssima impressão deixada na Copa disputada no Brasil, onde o time terminou como lanterna e só marcou um ponto, em três jogos.

O zagueiro Stones marcou dois gols no primeiro tempo e foi o responsável por abrir o placar, quem também balançou as redes em duas oportunidades foi Harry Kane, que é o novo artilheiro do mundial, sendo um deles convertendo penalidade, o meia Lingard deixou sua marca na etapa inicial.

Na metade final da partida, Kane garantiu seu hat-trick balançando as redes panamenhas pela terceira vez, este gol foi importante para que ele assumisse de forma isolada a artilharia da competição, superando em um gol o também atacante Cristiano Ronaldo, jogador de Portugal, a essa altura o jogo estava 6 a 0, no final do jogo Felipe Baloy fez história ao marcar o gol de honra do Panamá, o primeiro da seleção na história das copas.

A seleção inglesa junta-se a Bélgica e ambas decidirão nesta semana quem ficará com o primeiro lugar do grupo, pois os critérios de desempate apresentam equilíbrio, como no número de gols, onde belgas e ingleses marcaram em oito oportunidades, sendo vazados por duas vezes.

(imagem FIFA)