Com equipes de fiscalização nas ruas, Prefeitura trabalha para coibir aglomerações e sensibilizar população

De acordo com a Prefeitura, o trabalho se estende por toda a cidade
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A força-tarefa montada pelo governo municipal para atuar na fiscalização e sensibilização da população sobre as medidas de prevenção ao coronavírus está atuando em toda a cidade. Além do trabalho mais incisivo nas barreiras sanitárias, iniciado na semana passada, com maior restrição na entrada de turistas e visitantes, as equipes reforçaram a fiscalização nas praças e cachoeiras e também sobre os estabelecimentos, incluindo bares e restaurantes. Neste sábado, as equipes atuaram tanto na verificação de denúncias quanto com ronda e encontraram a maioria dos estabelecimentos cumprindo as normas, com limitação de público, distanciamento e encerramento das atividades no horário determinado.

As equipes dividiram o município por áreas e cobriram do Quitandinha à Posse. “Todo o governo está mobilizado neste trabalho. É importante haver sensibilização de todos para que só saiam de casa se necessário e ajudem a coibir aglomerações. São as pessoas que transmitem o coronavírus, então, todos precisam ajudar. Se for preciso sair, é importante usar máscara, para sua própria proteção e das demais pessoas”, enfatizou a secretária de Segurança, Serviços e Ordem Pública, Karina Bronzo.

Além do monitoramento nas áreas públicas, as equipes têm feito vistorias em estabelecimentos a partir de denúncias e também durante as rondas. Nas barreiras sanitárias – são quatro fixas e uma volante, até agora, 419 veículos foram orientados a retornar aos seus locais de origem.

“O momento é delicado e os esforços são para garantir assistência à população na rede de saúde e, ao mesmo tempo, desacelerar a taxa de contágio da covid-19. Não é um trabalho fácil e nenhuma medida mais dura está descartada. Os dados estão sendo monitorados diariamente”, garantiu o secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa.

O serviço de fiscalização continuará ao longo de toda vigência do decreto, com agentes atuando em todo o município. Caso haja resistência ou negligência por parte dos donos dos estabelecimentos, será emitida multa e o local poderá até ser interditado.

A decisão pela ampliação das medidas, na última sexta-feira, levou em conta o cenário epidemiológico no país, com agravamento dos casos em todas as regiões, e orientações do Governo do Estado. No município, parques, pontos turísticos, casas de shows, boates, casas de festas, pistas de dança, espaços de recreação infantil e áreas de lazer de condomínios e também de hotéis e pousadas deverão ficar fechados. Cachoeiras também estão proibidas, com impedimento inclusive de estacionamento nestas áreas.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.