Um pequeno asteroide passará muito perto da Terra na quinta-feira (12) e, embora não represente nenhum perigo, permitirá aos cientistas se prepararem para o dia em que um destes objetos significar uma ameaça real.

Batizado de “2012 TC4”, o asteroide se deslocará entre a Terra e a Lua a uma distância mínima menor que 44.000 km, mas longe dos 36.000 km em que os satélites geoestacionários de telecomunicações orbitam.

A passagem do asteroide “não é preocupante, mas aproveitaremos para treinar”, disse Detlef Koschny, cientista da Agência Espacial Europeia (ESA).

“Assim, o dia em que chegar um objeto realmente perigoso, teremos ensaiado várias vezes antes”, acrescentou.

O exercício é coordenado pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, junto com a Nasa, a ESA e vários observatórios do mundo.

Trata-se de um “objeto muito pequeno”, “como uma casa” de 15 a 30 metros, segundo Koschny.

 

uol