Créditos: Jonne Roriz/COB

Com Ana Marcela, Brasil conquista mais um ouro e bate recorde de mulheres medalhistas

A nadadora se tornou a oitava mulher do país a subir no pódio dos Jogos de Tóquio.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Nesta terça-feira (3), Ana Marcela foi mais uma representante do Brasil a subir ao lugar mais alto do pódio. Com a conquista, o país agora ocupa a 16ª posição no quadro geral de medalhas, com um total de 15 medalhas conquistadas, com quatro ouros, três pratas e oito bronzes.

Cravando um tempo de 1h59min30s8, a brasileira Ana Marcela Cunha venceu a prova dos 10 quilômetros da maratona aquática, na Marina de Odaiba e ficou em primeiro lugar. A segunda colocação ficou com a holandesa Sharon van Rouwendaal (ouro na Rio-2016), que fez o tempo de 1h59min31s7, enquanto a australiana Kareena Lee ficou em terceiro, com a marca de 1h59min32s5.

Com a conquista, a nadadora se tornou a oitava mulher brasileira medalhista nos Jogos Olímpicos de Tóquio, um recorde para uma edição de Olimpíada, superando as sete de Pequim-2008. Das quatro medalhas de ouro do país até agora, três foram de mulheres: além de Ana Marcela, a ginasta Rebeca Andrade e as bicampeãs olímpicas da vela Martine Grael e Kahena Kunze também subiram ao lugar mais alto do pódio.

“Nem nos meus melhores sonhos imaginei que a minha medalha iria ser a do recorde das mulheres”, afirmou Ana Marcela, segundo nota no site do Time Brasil.

Após os resultados do dia, os três primeiros colocados do quadro de medalhas seguem nas mesmas posições. A China lidera com 32 ouros, 22 pratas e 16 bronzes, os Estados Unidos seguem atrás com 25 ouros, 31 pratas e 23 bronzes, já o Japão ocupa o terceiro lugar com 21 ouros, sete pratas e 12 bronzes.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.