Enquanto a atenção do mundo voltou-se para a Copa, as equipes brasileiras que disputam a primeira divisão nacional foram alterando seus elencos e comissões técnicas em busca de melhorias no futebol e ganhos financeiros, como naturalmente acontece pelo mundo nesta época do ano, além dos meses de dezembro e janeiro.

Botafogo: O time está envolvido em duas competições, o campeonato brasileiro e a Sul-Americana, o glorioso teve a saída do técnico Adalberto Valentim para o futebol árabe e a chegada de seu substituto Marcos Paquetá que trabalhava no futebol indiano. O elenco não teve alterações em seu plantel de jogadores.

Flamengo: Líder do campeonato brasileiro, nas oitavas da Libertadores da América e nas quartas da Copa do Brasil o mengão perdeu dois jogadores revelados nas divisões de base, Vinícius Júnior para o Real Madrid, em acordo selado na temporada passada e Felipe Vizeu que atuará com a camisa da Udinese, dois jogadores foram demitidos, Jonas e Jajá, ambos volantes, apenas o atacante colombiano Uribe desembarcou na gávea vindo do Toluca do México.

Fluminense: A exemplo do Botafogo disputa o brasileiro onde está na zona intermediária da tabela e vivo na disputa da Sul-Americana, o tricolor das laranjeiras perdeu o técnico Abel Braga que pediu demissão, Luan Peres que foi para o futebol belga e emprestou Marlon Freitas para o Criciúma, para este semestre, no momento, chegou o técnico Marcelo Oliveira, o zagueiro Digão do Cruzeiro e o atacante Luciano do futebol grego.

Vasco da Gama: O gigante da colina foi o que mais teve alterações na janela, saindo o zagueiro Erazo e o volante Wellington, este para o Atlético Paranaense e Bruno Paulista muito questionados pelos vascaínos e chegaram para reforçar o plantel os atacantes Maxi López, que atuou no Torino da Itália, Henriquez que defendia o Sport Recife e o volante Raul do Ceará.