Uma grande fila de espera foi criada com a falta de psiquiatras na Clínica de Saúde Mental, na Floriano Peixoto. De acordo com os pacientes, a maioria dos médicos psiquiatras estão de licença e não houve reposição do quadro de funcionários pela Secretaria de Saúde, causando um transtorno enorme para os pacientes e familiares.

A Prefeitura de Petrópolis, em nota, informa que “o ambulatório de Saúde Mental da Floriano Peixoto passará a contar com o atendimento de três psiquiatras, com a chegada de dois novos profissionais que estão ingressando na unidade. Um deles inicia os atendimentos já na próxima semana, outro – aprovado em concurso – está finalizando o processo de apresentação de documentação ao RH e deverá iniciar os atendimentos entre o fim deste mês e o início de maio”.