Reprodução da internet

Clima será ainda mais quente em setembro no Rio de Janeiro

A expectativa é de que o tempo volte a ficar firme e de que as temperaturas subam forma gradativa na capital fluminense entre os dias 2 e 5 de setembro.

Os fluminenses devem se preparar para mais um mês quente e seco no Rio de Janeiro. Apesar de setembro começar com um pouco de chuva e temperaturas amenas na região metropolitana, devido à passagem de duas frentes frias, a tendência é de que as próximas semanas sejam marcadas por muito calor e pouca chuva no estado.

Segundo análises do meteorologista da Climatempo Filipe Pungirum, a primeira frente fria irá influenciar o Grande Rio logo no primeiro dia do mês. No entanto, apesar das temperaturas ficarem um pouco mais baixas, a previsão é de pouca chuva. Com o afastamento deste sistema para o oceano, a expectativa é de que o tempo volte a ficar firme e de que as temperaturas subam forma gradativa na capital fluminense entre os dias 2 e 5 de setembro.

A segunda frente fria deve mudar o tempo na Cidade Maravilhosa justamente no feriadão do Dia da Independência. Entre os dias 7 e 9 de setembro, o tempo fica instável na região metropolitana e as temperaturas devem cair novamente – no entanto, a previsão não indica frio intenso e nem chuva volumosa.

Ainda de acordo com Pungirum, entre os dias 10 e 22, uma grande e forte massa de ar seco vai voltar a ganhar força sobre o estado do Rio de Janeiro, e temperaturas muito acima do normal para o mês serão observadas na capital. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a média de temperatura máxima na cidade em setembro é de 30,9ºC (dados da estação meteorológica da Vila Militar).

A chuva só irá retornar à região metropolitana do Rio de Janeiro a partir do dia 23 de setembro, quando duas novas frente frias devem avançar sobre a costa do estado. Mesmo assim, a tendência é de que a capital fluminense termine o mês com chuva abaixo da média, que gira em torno de 50mm.

Clima no estado

Assim como na capital, a expectativa é de que temperaturas acima do normal para setembro sejam observadas em todo estado do Rio de Janeiro. Além disso, a atuação persistente da massa de ar seco também irá impedir a ocorrência de chuva na maioria das áreas, que terão chuva abaixo da média.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Fonte: Climatempo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também