Cinco agências bancárias de Petrópolis foram autuadas nesta terça-feira (20.02) pela não garantia da acessibilidade de maneira correta à população. Os fiscais verificaram que às instituições – duas do Itaú, duas do Bradesco e uma do Santander – não seguiam às normas técnicas estabelecidas pela ABNT para o atendimento bancário. As ações de fiscalização serão mantidas pelo órgão de defesa do consumidor, conforme entendimento com Ministério Público Federal.

As agências que ainda não adotaram o atendimento prioritário aos idosos e aos portadores de necessidades especiais, deverão fazê-lo para que não recebam multas. As medidas incluem caixas especiais tanto no sistema de atendimento normal, quanto de autoatendimento. Também deverão possuir rampas os elevadores para acesso adequado e seguro no banco, mediante a prévia autorização do IPHAN, em caso de atendimento tombado.

“Os bancos também devem ter mobiliário e guichês adequados ao atendimento de cadeirantes e pessoas com nanismo. Precisamos garantir a qualidade do atendimento em todas as esferas. Por isso vamos continuar cobrando às agências que cumpram com essa solicitação. Todas elas já haviam sido informadas sobre a necessidade de realização do atendimento e, agora, não iremos admitir que as normas sejam descumpridas”, explica o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

Quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.