Rio de Janeiro 26/05/2021 - Floresta da Tijuca/Mata Atlantica - Fauna e Flora Fotos Luis Alvarenga

Cidade do Rio vacina pessoas de 36 e 35 anos nesta semana

O calendário da vacina contra covid-19 foi acelerado na cidade.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O calendário da vacinação contra a covid-19 na capital do Rio foi acelerado. Até o fim de julho haverá apenas duas faixas de idade por semana. Nesta semana, serão vacinadas as pessoas de 36 e 35 anos. Na próxima, recebem a imunização pessoas na faixa de 34 e 33 anos.

Nas duas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde decidiu fazer as repescagens na quarta-feira (21) e no sábado (24). Depois de amanhã, para 36 anos ou mais, e no último dia da semana, a partir de 35 anos. Na próxima semana, a quarta-feira (28) será exclusiva para a repescagem de quem tem 34 anos ou mais e no sábado (31), a partir dos 33 anos.

A vacinação da população adulta com mais de 18 anos termina no dia 18 de agosto. A prefeitura do Rio de Janeiro divulgou calendários com marcações até o fim do ano. Pela previsão, toda a população a partir de 12 anos estará imunizada com as duas doses até o fim novembro.

Entre 23 de agosto e 10 de setembro, a imunização com primeira dose será para os adolescentes entre 12 e 17 anos.

Meta

A meta da prefeitura é imunizar pelo menos 90% da população elegível, no total de 4,7 milhões de pessoas. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde  vai fazer, em setembro, uma busca ativa pelas pessoas que ainda não tomaram a segunda dose de vacina contra covid-19.

De acordo com dados atualizados hoje (19) pela secretaria, a primeira dose (D1) foi aplicada em 3.505.527 pessoas na capital ; a segunda dose (D2), em 1.296.680 e a dose única, em 135.559 pessoas. No total, foram aplicadas 4.937.766 doses.. A cobertura com primeira dose ou dose única chegou a 54% da população do Rio e com a segunda dose, a 21,2%.

Para o secretário de Saúde, Daniel Soranz, é importante alcançar o máximo de pessoas imunizadas na cidade. Ele alertou que as pessoas precisam garantir a dose da vacina na data prevista nos calendários, sem preferência por fabricante na hora da vacinação.

Depois de receber o imunizante, é fundamental que as pessoas fiquem atentas à data de retorno para a segunda dose, que é anotada a lápis no comprovante de vacinação.

A secretaria recomendou ainda que aqueles que estiverem com a segunda dose em atraso, retornem ao local de vacinação onde tomou a D1 o quanto antes, para completar a proteção contra a covid-19. A secretaria reforçou que todas as vacinas oferecidas são comprovadamente eficazes e seguras.

Ao todo, a cidade tem 280 pontos de vacinação que funcionam de segunda-feira a sábado para facilitar o acesso da população.

A lista dos locais, os horários de funcionamento, o calendário de vacinação e mais informações sobre grupos prioritários, documentos, entre outras questões estão disponíveis no endereço coronavirus.rio/vacina e nas redes sociais da Secretaria de Saúde e da prefeitura.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.