A tradicional chuva de estrelas do mês de agosto atingirá seu auge na noite de domingo e madrugada de segunda-feira, um espetáculo celeste realçado este ano por um céu escuro de lua nova.

O auge do fenômeno “deverá ocorrer por volta das 02H00 GMT de segunda-feira (23H00 de domingo em Brasília) com uma ou duas estrelas cadentes por minuto”, explicou à AFP Florent Deleflie, astrônomo do Observatório de Paris.

“Assim que cair a noite de domingo, os observadores poderão esperar ver dezenas de meteoros por hora”, apontou a Royal Astronomical Society (RAS) em um comunicado.

As previsões auguram um 2018 “na média” para as Perseidas – melhor que o ano passado mas não tão bom como 2016, que foi excepcional.

A chuva de estrelas é causada pelas Perseidas, um campo de partículas deixadas pelo cometa Swift-Tuttle, que a Terra cruza a cada ano entre meados de julho e meados de agosto.

Fonte: Exame