O musical dos anos 70 que encantou Nova Friburgo, Petrópolis, Rio e São Paulo volta em cartaz para sua última temporada na cidade, trazendo no elenco a atriz Christine Valença, também bailarina, instrumentista, cantora, e artista da voz, fundadora do Grupo Novos Vértices de Pesquisa em Artes Performativas e Tradição. Filha da cantora Hanna, reconhecida por seus shows em clubes de jazz europeus e homenagens à João Gilberto, Christine começou a participar recentemente, como colaboradora artística, produtora e atriz, do projeto sul-coreano de Min Jung Park, “Música Começa, Silêncio Aprofunda”, em residência por seis meses em São Paulo.

A superprodução será apresentada nos dias 3, 4, 10 e 11 de março no Teatro Municipal Laercio Rangel Ventura. Sábados, às 21h e domingos, às 17h. É a despedida de 78 Musical, portanto, a última oportunidade para assistir ao sucesso friburguense que lota os teatros por onde passa.

O espetáculo resgata a primeira comunidade hippie do Brasil, em Lumiar. Com direção de Bernardo Dugin e texto de David Massena, 78 Musical conta a história de amor entre Rita, uma bailarina das discotecas, e Tom, o líder da tribo hippie. A trilha sonora é embalada por canções de Bee Gees, ABBA, Michael Jackson, Elton John, Village People, Belchior, Secos & Molhados e Elis Regina. As músicas são executadas ao vivo, em performance que reúne 30 atores/cantores, bailarinos e banda.

O musical vai para a quarta temporada em Nova Friburgo, foi atração do Natal Imperial, em Petrópolis, cumpriu duas temporadas no Teatro João Caetano, no Rio, passou por Aparecida-SP e ainda virou especial de fim de ano da TV Aparecida, com exibição em rede nacional.

Ingressos antecipados a preço de meia entrada na loja True Man, no Friburgo Shopping, 1º piso.

Crédito da foto: Divulgação