Foto: Reprodução

Chefe da ONU pressiona G20 por maior solidariedade e apoio durante pandemia

Ao se dirigir aos líderes dos países mais ricos do mundo na cúpula do G20 no sábado, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pede ações concretas especialmente para os mais vulneráveis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Guilherme Campbell

            A véspera do encontro virtual que reúne principais economias do mundo, o G20, e cúpula que ocorre neste sábado (21) e no domingo (22), o chefe da ONU disse a repórteres que o mundo deve garantir que a recuperação da crise seja inclusiva, sustentável e em linha com as metas climáticas globais. “Os avanços recentes nas vacinas COVID-19 oferecem um raio de esperança. Mas esse raio de esperança precisa chegar a todos. Pedindo garantia de que o alcance da vacina seja tratada como um bem público global. “Este não é um exercício de ‘fazer o bem’. É a única maneira de parar a pandemia em seu caminho. Solidariedade é de fato sobrevivência.” Disse ele.

            Guterres também falou o perigo da pandemia estar levando os países em desenvolvimento “à beira da ruína financeira e da crescente pobreza, fome e sofrimento indizível”, onde também segundo ele é preciso construir um para manter uma estabilidade durante a crise que certamente virá, “Precisamos construir uma arquitetura global para aumentar a transparência e a sustentabilidade da dívida. O efeito dominó das falências pode devastar a economia global. Não podemos permitir que a pandemia COVID conduza a uma pandemia de dívida.”

A cúpula do G-20, se encontra neste fim de semana (21 e 22), em conferência online hospedada pela Arábia Saudita.           Onde, de acordo com a assessoria de Bolsonaro, o presidente participará da cúpula do G20 às 10h neste sábado (21) e às 9h30, no domingo (22). Nos dois casos, por videoconferência. Os líderes que participaram da cúpula do G20, representam coletivamente cerca de 80 por cento da produção econômica mundial e 75 por cento do comércio internacional, de acordo com o site do evento.

            O tema sobre financiamento e apoio ao ACT (Access to COVID-19 Tools) possivelmente será um tema fortemente debatido dentro da cúpula, uma vez que O ACT Accelerator é um projeto liderado pela OMS que também almeja garantir vacinas contra Covid-19, exames de diagnósticos e equipamento de proteção para países mais pobres e que vem precisando de comprometimento dos lideres do G20.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.