Foto: São Lourenço Jornal

Charretes podem deixar de existir em São Lourenço-MG

Diferentemente de Petrópolis, onde a população respondeu um plebiscito, em São Lourenço a decisão estará na mão dos vereadores.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Gabriel Barbosa

No último dia 3 de agosto, houve uma reunião entre a Prefeitura de São Lourenço e os 42 charreteiros que são cadastrados na cidade do interior de Minas Gerais. Durante a reunião, 30 dos 42 charreteiros do município assinaram um acordo de indenização no valor de R$ 30 mil reais para que cada um retome sua vida em outra atividade ou adquira um “Tuck-Tuck”, que se trata de uma carruagem elétrica.

Após a reunião, a Prefeitura de São Lourenço vai encaminhar o Projeto de Lei para a Câmara dos Vereadores da cidade votar e posteriormente encaminha para a sanção ou veto do poder executivo municipal. Caso sancionado, as charretes deixarão de existir no município.

Comparação com Petrópolis

Diferentemente do que aconteceu na cidade de Petrópolis, a decisão pelo fim das charretes em São Lourenço, será realizada em votação na Casa Legislativa da cidade mineira. Em Petrópolis, no ano de 2018, os habitantes da cidade imperial votaram em um plebiscito, pelo fim ou pela permanência da atração turística.

Na época, com uma grande vantagem, os petropolitanos votaram pelo fim das charretes convencionais, com cavalos as puxando e foi, posteriormente no ano de 2019, feita a substituição pelas charretes eletrônicas na região.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.