Em meio à programação para as comemorações do aniversário de Petrópolis, o Palácio de Cristal vai receber, entre os dias 16 e 18 de março,um encontro cervejeiro, com palestras, workshops e espaços da Rota Cervejeira, da AMP – Associação das Microcervejarias de Petrópolis e da Acerva – Associação de Cervejeiros Artesanais. A ação visa evidenciar o título de Capital Estadual da Cerveja, conferido pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), e tem como objetivo apresentar a fabricação de cervejas artesanais – com demonstrações – e seus insumos, fomentar o setor na cidade e captar novos produtores para o município, que tem o maior número de produtores artesanais da Região Serrana.

Apenas as microcervejarias da cidade esperam fabricar dois milhões de litros de cerveja este ano. Vocação de Petrópolis, o município abriga a primeira cervejaria do Brasil, fundada em 1853, a Bohemia. Mas menos de 10 anos atrás, a atividade começou a crescer na cidade e vem se destacando, com cervejarias emicrocervejeiros espalhados por diversos bairros. Feiras de produtores artesanais também vêm fortalecendo a “marca” Petrópolis, que se tornou a Capital Estadual da Cerveja no ano passado.

No Palácio, o evento ainda vai contar com atrações musicais e espera agradar, principalmente, os moradores da cidade interessados na fabricação de cerveja. Segundo o secretário da Turispetro, Marcelo Valente, um dos compromissos da secretaria é fomentar o turismo, mas focando também em agradar e trazer novos atrativos aos moradores.

“Esse é um dos nossos objetivos desde a criação da pasta: organizar e apoiar eventos feitos também para os petropolitanos e que agradem os turistas que estiverem na cidade”, destaca, lembrando que o potencial do turismo cervejeiro precisa continuar sendo explorado, fazendo com que os moradores sejam beneficiados, aquecendo a economia. “Nada melhor do que o aniversário da cidade para evidenciar esse título de Capital Estadual da Cerveja e atrair novos produtores para o setor, que vem crescendo tanto em Petrópolis. Vamos apresentar a variedade de cervejas produzidas aqui, mostrar como produzir, quais são os insumos”, completa.

Petrópolis segue a tendência de todo o sudeste com o crescimento da produção de cerveja artesanal. A bebida conquistou os consumidores fugindo do lema de volume das cervejas comuns para a ideia de qualidade, diferentes sensações de aroma, gosto e textura. O presidente da Rota Cervejeira, Rolf d’Ottenfels, explica que, desde 2011, quando começou a ministrar cursos de cerveja artesanal, o número de participantes só aumenta.

“E esse crescimento só traz benefícios para o município, como a arrecadação de impostos como ICMS, por exemplo, que acaba retornando para a cidade em investimentos. O fato de termos um evento dentro do aniversário da cidade demonstra que Petrópolis está, de fato, vestindo esse título de Capital Estadual da Cerveja, assumindo essa vocação”, explica ele, lembrando que, além da bebida produzida na cidade, o evento também vai contar com marcas de fora, convidadas.

Para o turismo, o circuito cervejeiro de Petrópolis conta com diversas cervejarias, entre elas: Bohemia, no Centro, com tour interativo, de terça a quinta-feira, 12h às 17h, sábado,10h às 18h, e domingos e feriados, 10h às 17h; Cazzera, no Vaparaíso, com degustação e harmonização gastronômica no Restaurante Armazém 646, funcionando diariamente a partir de 11h; Grupo Petrópolis, em Pedro do Rio, com beer tour, de terça à quinta-feira às 15h, sexta-feira, 11h e 15h, e sábado, 9h30, 13h e 15h; Buda Beer, no Valparaíso, com beer tour mediante agendamento, funcionando de quarta a sexta-feira, 18h às 00h/1h, sábado,12h às 1h, e domingo, 12h às 20h.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis