Centro de Treinamento de Ginástica Artística já atende a 100 alunos Funcionamento na EM Papa João Paulo II, no São Sebastião

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Apresentação especial com direito a um teste prático nos equipamentos marcou a inauguração do Centro de Treinamento de Ginástica Artística nessa sexta-feira (04.05) na EM Papa João Paulo II, localizada no São Sebastião. O Centro de Treinamento é o primeiro da cidade instalado em uma escola. O projeto, criado pela treinadora Georgette Vidor já está atendendo 100 crianças – entre 4 e 14 anos – mas, a intenção é de que 180 alunos participem das aulas no local.

Na inauguração, o prefeito Bernardo Rossi experimentou os aparelhos e prestigiou uma apresentação especial preparada pelas crianças que são atendidas pelo projeto.

“Quero exaltar, nesse momento tão especial, a presença da idealizadora desse projeto, Georgette Vidor, reconhecida no Brasil e no mundo como uma das melhores da área. É um prazer ter um espaço como esse em uma escola da nossa rede municipal. Os alunos estão sendo supervisionados por profissionais. É um marco para a nossa cidade. Nesse ano também inauguramos o Centro de Iniciação Esportiva, no Caxambu, o sexto do país e o primeiro do Estado. Tenho certeza que da nossa rede, despontarão grandes talentos do esporte”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

Na ocasião, a secretária interina de Educação, Samea Ázara, agradeceu a cooperação de Georgette Vidor. “Quem dera se pudéssemos ter um centro como este em cada escola da rede. Mas esse é um primeiro passo e muito importante para a nossa rede. A educação aliada ao esporte é o futuro que esperamos para as nossas crianças. Agradecemos a ajuda e orientação da Georgette e de sua equipe”.

Cem alunos da escola Papa João Paulo II estão participando das aulas que começaram em abril, mas, ainda há 80 vagas disponíveis para escolas do entorno. As inscrições podem ser feitas diretamente com a professora Aline Pomim, no Centro de Treinamento.

“Agradeço ao prefeito Bernardo Rossi que prontamente aceitou o projeto e viabilizou essa instalação. Temos nesse centro aparelhos oficiais que estiveram nas Olimpíadas em 2016. Agradeço a direção da escola que abraçou o projeto e a comunidade”, disse Georgette Vidor.

O centro está equipado com aparelhos oficiais para exercício de solo, salto sobre mesa e barras. “Esse é um primeiro passo. Quem sabe no futuro não teremos o prazer de inaugurar outros centros como esse. Um local seguro para os alunos”, contou Hingo Hammes.

O diretor da escola, Paulo Araújo, destacou a importância da atividade no contraturno escolar. “É um prazer ter esse projeto na nossa escola. Os alunos quando participam desse tipo de atividade ficam longe das ruas, drogas e violência. Muito obrigada Georgette”.

A inauguração contou com a presença do vice-prefeito, Baninho; da secretária de Assistência Social, Denise Quintella, e de Ana Maria Rattes, coordenadora do Gabinete da Cidadania.

Pais e alunos animados com o Centro de Treinamento
Elisabeth Sabrina Pereira, de 13 anos, aluna do 7º ano da EM Papa João Paulo II, já sonha em se tornar uma atleta olímpica. “É a realização de um sonho. Sempre quis participar de aulas de ginástica artística. Mesmo tendo começado agora, já sinto diferença no meu condicionamento físico. Agora, fico ansiosa para chegar na escola, todos os dias”, contou.

Daniela Caetano da Silva é mãe de Fabrício Alves da Silva, de 9 anos. Ela conta que o filho está mais concentrado depois que começou a participar das aulas de ginástica. “Ele é muito agitado e consigo perceber que ele está mais concentrado e organizado. Ele passou a conhecer os seus limites e a ginástica foi uma parte importante nesse processo. Ele ama as aulas”.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Fabiana Lopes Diz

    Bom amei o que estão fazendo pensando nas crianças…na população
    Moro em Itaipava gostaria q o Bernardo Rossi ,pensasse nos moradores de Madame Machado por que existia um projeto q se chamava recicla vida pois tinha vários esportes e cursos profissionalizantes para crianças e adultos tudo direitinho, Vcs não sabem a falta q isso está fazendo para todos ,acho uma sacanagem o senhor Bernardo Rossi ter tirado pq foi o seu governo entrar para fecharem o local.
    Minhas filhas de 3 É a de 6 sonham em ser bailarina poxa existe uma escola em Itaipava mais é muito caro para q eu possa pagar é desempregada não da
    A pior coisa é vc ver os olhos de Deus filhos brilhando por um sonho e vc não pode fazer nada ..
    Parabéns para a fundadora do projeto vc merece todo o meu respeito
    Obs: senhora Georgette Vidor a senhora mostra q existe ainda seres humanos q tem bom coração e q pensa nessas crianças, gostaria do fundo do meu coração q a senhora fizesse aqui em Itaipava como disse aqui só tem mais é para quem tem p pagar no caso para os ricos ,para pobre não tem fez
    Pq para quem quer fazer sair da q para ir para ir ,É muito longe
    Seria muito bom se tivesse esse projeto aqui.
    N só p mim mais para muitas mães
    Quando existia o projeto recicla vida aqui nossa ajudou muitas mães q n tinha como sair p trabalhar essas mesmas fizeram cursos lá e hj ganham sei dinheiro em casa fazendo Unha cabelo outras costureiras e etc.. ..
    Uma pena q o senhor Bernardo Rossi fechou
    E n pensou o mau q ele estava fazendo para os moradores da Madame Machado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.