Celulares foram apreendidos em prisão onde estão milicianos

Cinco aparelhos foram encontrados por policiais penais durante revista realizada na unidade penal
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Cerca de 50 Policiais penais realizaram, nesta quinta-feira (02/09), uma revista geral na penitenciária Bandeira Stampa, no Complexo de Gericinó. Durante a ação na unidade prisional, que é destinada ao acautelamento de integrantes de milícias, foram apreendidos cinco celulares com a identificação dos responsáveis pelos aparelhos. Os presos e o material apreendido foram encaminhados à Draco.

Cabe ressaltar a integração entre as forças de segurança para o combate ao crime organizado, com o pronto apoio da Seap à Polícia Civil, que recebeu os equipamentos telefônicos que poderão colaborar com as investigações da delegacia especializada.   

A Seap ressalta que estas revistas nas unidades prisionais são uma das medidas da nova gestão para coibir o acesso de materiais ilícitos nas unidades prisionais do Rio de Janeiro. As ações serão recorrentes em todo o sistema prisional.

Participaram da ação policiais penais da Subsecretaria Geral, Subsecretaria de Gestão Operacional, Superintendência de Inteligência, Superintendência de Segurança, Coordenação de Segurança, Coordenação de unidades prisionais de Gericinó, Corregedoria, Grupamento de Intervenção Tática, Grupamento de Operações com Cães e policiais penais da própria penitenciária.

Fonte: Governo do Estado do Rio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.