Mais de 40 pessoas, entre conselheiros e sociedade civil, participaram da reunião que aconteceu nesta quarta-feira (22.08) na Casa dos Conselhos, para apresentação da criação do Fórum Permanente dos Conselhos Municipais e Instituições de Petrópolis. O objetivo é que bons projetos para o município possam ter continuidade, além de discutir vários eventos, e o principal, o fortalecimento e a integração entre os Conselhos e instituições. Hoje a cidade possuí 27 Conselhos.

O Fórum Permanente terá um representante de cada Conselho mais um secretário, totalizando 54 membros. As reuniões serão bimestrais e as pautas a serem discutidas serão definidas com 15 dias de antecedência.

“Precisamos pensar na integração da discussão da política pública da nossa cidade. Queremos que os projetos possam continuar acontecendo em benefício da população. O Fórum tem o objetivo de que os Conselhos se ajudem visando estimular a participação dos cidadãos nas políticas públicas municipais”, explicou o presidente da Casa dos Conselhos Luiz Eduardo Peixoto.

Foi discutido também, a instalação do fórum das entidades, que hoje existem 78 representações dentro dos Conselhos Municipais. A finalidade é que durante o fórum, as entidades possam trocar informações que beneficiem os dois lados.

“A criação do fórum dos Conselhos Municipais é fundamental, se for levado de forma séria e comprometida por todos os presidentes dos conselhos. Na minha avaliação tem alguns fatos positivos que sustentam a criação do Fórum. A oportunidade que os conselhos têm de discutir de forma global em uma única reunião com o presidente de todos os conselhos a políticapública da cidade, numa visibilidade de transversalidade. Isso quer dizer que uma ação pode ser discutida por vários setores. Essa discussão é uma garantia de que na mudança de governo a sociedade civil que participará do fórum poderá lutar pela continuidade dos projetos de políticaspúblicas”, considera o presidente do Conselho Municipal da Saúde, Rogério Tosta.