O Museu Casa do Colono terá uma programação especial, entre os dias 18 e 23 de setembro, para celebrar a 12ª Primavera dos Museus. O objetivo é promover, divulgar e valorizar a importância da instituição museológica no circuito cultural petropolitano, para estimular a visitação e criar um maior vínculo com a comunidade. No período, a instituição vai oferecer visitas explicativas e o projeto de contação de histórias “Minha Cidade tem História para Contar”, fomentando a discussão em torno do tema escolhido para a Primavera deste ano: “Celebrando a Educação em Museus”.

A cada edição da Primavera dos Museus, temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) no início da estação, museus e instituições culturais de todo o país são convidados a fomentar discussões e a promover diversas atividades em torno de um tema inspirador. Este ano o tema tem como embasamento o lançamento recente da Política Nacional de Educação Museal (PNEM).

“Temos este projeto de contação de histórias voltado para estudantes e costumamos receber muitos alunos da rede municipal. É muito importante que as instituições museológicas criem atividades que estimulem o público a valorizar ainda mais nossa cultura, nossa história, criando um sentimento de pertencimento com os museus”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo.

O programa educativo, intitulado “Divirtam-se conhecendo o Museu”, conta com o apoio de parceiros, entre eles está o projeto de contação de histórias “Minha Cidade tem História para Contar”, da historiadora Vânia Nicolau, que proporciona ao público uma viagem no tempo de forma lúdica e interativa. A partir de um painel ilustrativo, com paisagens da região e suas mudanças ao longo do tempo histórico (de colônia a elevação de cidade), o projeto busca enfatizar sobre a importante contribuição da colonização germânica para a construção e desenvolvimento de Petrópolis

“O Museu Casa do Colono, através de objetos de uso doméstico e de trabalho, mobiliários e fotografias, do tempo em que os colonos chegaram ao município, complementa a sua função social com o seu Programa Educativo, ressaltando a importância dessa cultura para a cidade. Atividade totalmente gratuita mediante agendamento, o público alvo é principalmente de escolas da região”,destaca a museóloga da prefeitura, Ana Carolina Vieira.

O Museu Casa do Colono fica na Rua Cristovão Colombo, 1.034, na Castelânea. O atrativo fica aberto de terça a domingo, das 8h30 às 16h. O telefone de contato é: (24) 2247-3715 e o e-mail: casadocolonomuseus@gmail.com