No próximo ano, 800 alunos da rede municipal de Educação participarão das aulas e cursos oferecidos pela Casa da Educação. O aumento na oferta de vagas é resultado de uma reorganização do espaço, promovido pela diretoria da Casa. Em 2016, o número de alunos atendidos na Casa era 180. Em 2017, passou para 600. A quantidade de atividades fixas também cresceu, passando de três em 2016 para nove em 2017.

“As aulas são oferecidas para os alunos da rede municipal no contraturno do horário escolar. A intenção é proporcionar aos alunos a oportunidade de acesso a atividades culturais, esportivas e de lazer totalmente gratuitas. Vale destacar que durante todo o ano a Casa ofereceu uma programação diversificada com exposições, lançamento de livros e feiras culturais, sempre com a participação de escolas”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano.

A Casa vai sediar turmas de ballet, com alunas de 4 a 16 anos, violão, musicalização infantil, Oficina de Ópera, Prática de Conjunto, Preparatório das Princesas de Petrópolis e Coral Infantil, Coral dos Anjos, Companhia Musical Maestro Guerra peixe, além de Coral masculino, flauta doce, violino, informática, capoeira, viola de arco, inglês para alunos e funcionários da rede municipal. Os servidores podem, ainda, participar das aulas de teatro, violão e informática.

“Antes, a Casa da Educação antes usava uma sala de artes e uma de aula. Agora temos sala de artes, sala de inglês, duas salas de música e mais duas salas de aula multifuncionais para melhor oferecer estrutura a cada modalidade. A procura por vagas foi intensa no final desse ano e a intenção é de que ao logo de 2018, outras vagas sejam abertas para que aproximadamente mil alunos possam ser atendidos na Casa”, explica a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.