Igreja de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo amanhece pichada Reprodução/ WhatsApp

O maior símbolo católico de São Pedro da Serra, em Friburgo, foi atacado com pichações de suásticas, símbolo nazista alemão, em sua fachada nesta madrugada. A 151ª DP (Nova Friburgo) investiga o caso. Imagens captadas por câmeras da igreja e de casas ao redor serão analisadas pela polícia. A propaganda do emblema é vedada na Lei que define preconceito de raça ou de cor, conhecida como Lei Caó. A punição varia de dois a cinco anos de reclusão.

“Foi um vandalismo. A capela é a primeira diocese de Friburgo e completou recentemente 150 anos”, afirmou o padre Romevaldo Reis Azevedo, sem querer politizar a questão. Mas para o presidente da Comissão de Segurança da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Rio de Janeiro, (OAB-RJ), Breno Melaragno, a ação contra a igreja é reflexo da polarização da disputa presidencial entre os candidatos Jair Bolsonaro, do PSL, e Fernando Haddad, do PT.

“Tem relação direta com o segundo turno da campanha eleitoral. Agora, o maior desafio é a polícia identificar o autor. Como na lei penal o que interessa é a intenção não crime contra o patrimônio e sim enquadrado na Lei Caó”, explicou Breno Melaragno.

Fonte: ODIA