Cantor e compositor Erick Roza lança hoje “O Bem Maior”, single que promove esperança e empatia

Com uma letra cheia de amor e positividade, com a qual todos poderão se identificar, a canção chega em um momento em que a esperança, a empatia e a crença em uma força maior se tornam necessárias.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O cantor e compositor Erick Roza, que desponta como uma das mais belas vozes do pop nacional, lança hoje o seu mais novo single: “O Bem Maior”. Com uma letra cheia de amor e positividade, com a qual todos poderão se identificar, a canção chega em um momento em que a esperança, a empatia e a crença em uma força maior se tornam necessárias. “O Bem Maior” foi composta por Erick, produzida por Renan Ruotolo e já está disponível em todas as plataformas digitais

“Tentei juntar nessa música uma série de pequenos conselhos que eu busco seguir na vida e me ajudam, de repente esses conselhos poderiam ajudar mais alguém”, conta Erick, que aos 24 anos já tem um extenso trabalho musical, que começou em 2018. 

“O Bem Maior” vem na sequência do segundo EP de Roza, “Águas do Teu Mar”, lançado no final do ano passado. O single que dá nome ao álbum já foi ouvido mais de 1 milhão de vezes apenas no Spotify. Com canções reflexivas e refrões “chiclete”, o artista usa a música pop para espalhar positividade e mensagens de amor. Seus dois maiores sucessos até o momento, “Moça” e “Porto Seguro”, (que juntos somam quase 4 milhões de plays apenas no Spotify), se encaixam perfeitamente neste conceito, com versos como “Não quero mais te ver sofrer / Você não merece chorar / Te empresto essa canção / Se você precisar” (Moça) e “Quando eu já não vejo solução / Você segura firme a minha mão / Eu sinto que tá tudo bem / Imune a todo mal” (Porto Seguro).

Ainda sobre o lançamento de “O Bem Maior”, Erick reflete: “Não sei se todo compositor sente o mesmo que eu, mas tem músicas que eu crio e sinto que elas estão um passo à frente de outras e parece que ‘O Bem Maior’ é uma delas. Estou animado para lançar, acho que casa muito com essa nova fase que estou entrando e espero que as pessoas gostem dela tanto quanto eu.”

Carreira: Aos 24 anos, Erick Roza tem conquistado espaço nos aplicativos de música de jovens brasileiros. Com canções ora dançantes, ora reflexivas e refrões que grudam na cabeça, o músico tem visto seu número de plays crescer.

Nascido na capital paulista, Erick Roza teve seu primeiro contato com a música quando pequeno, por conta de seu pai, que também é músico. Mas foi em 2011 que decidiu seguir a carreira musical quando já esboçava suas primeiras canções e se apresentava junto com alguns amigos de escola, até então apenas por diversão. 

Em 2018, o cantor decidiu largar seu emprego na B3 (“Bolsa de Valores”) e embarcar de vez em seu sonho. Aos 22 anos, lançou três singles na internet: “Cada Minuto”, “Só pra você” e “Só”, todos com uma pegada pop romântica. Em menos de um ano, conquistou mais de 16 mil seguidores nas redes sociais e mais de 100 mil ouvintes mensais no Spotify.

Na reta final de 2020, ele ainda presenteou seus fãs com mais um trabalho. O EP intitulado “Águas do Teu Mar”, que conta com 6 canções, sendo 4 delas inéditas, chegou e já está conquistando o seu espaço na carreira do artista. O carro-chefe deste EP, que leva o nome do trabalho, foi lançado com um clipe bem na “vibe” da Nova MPB. “É aquele tipo de música gostosa de ouvir e que serve para qualquer situação”, comentou uma fã em um de seus posts.

As demais canções do projeto, também não ficam para trás. A segunda canção, “Eu e Deus” é totalmente acústica e teve forte inspiração na canção “Black Bird”, dos Beatles, segundo o próprio artista. “Ela carrega uma mensagem de esperança e de que dias melhores virão”, comenta o cantor. Na terceira música, “Sonhar”, Erick Roza descreve o mundo ideal do seu ponto de vista: “onde amor e a solidariedade entre as pessoas vigoram”. Já na quarta canção, intitulada “Ariano” (signo do cantor), ele descreve um amor bem ao estilo ariano de ser. Fechando o disco, as canções “Não Sei Mais”, inspirada em um amor real, e “Moça”, como o cantor gosta de descrever, é “uma música feita para todas as moças que já tiveram ou estão com o coração partido”.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Érico Moreira lança single para embalar o verão brasileiro

A música tem clima de verão, perfeita para embalar o calor que, em breve, volta com tudo nas terras tupiniquins. Com uma batida meio africana misturada com células rítmicas de maracatu, Quando a Maré Encher faz referência às lembranças da adolescência do artista em Paraty.

Comentários estão fechados.