Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Candidatura do petropolitano Roberto Jefferson à Presidência da República é aprovada pelo PTB

O político encontra-se preso desde janeiro.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O PTB aprovou nesta segunda-feira (1º) a candidatura do petropolitano e ex-deputado federal Roberto Jefferson à Presidência da República, durante a convenção nacional do partido. Jefferson está em prisão domiciliar desde janeiro de 2022 por, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), estar envolvido com a atuação de uma milícia digital que atenta contra a democracia.

Durante a convenção que foi realizada pelo partido, um vídeo de uma mensagem gravada pelo ex-parlamentar em sua prisão domiciliar foi exibido. Ele não tem acesso às redes sociais por decisão do STF e está proibido de conceder entrevistas sem autorização judicial. No vídeo, Jefferson, que também foi condenado no caso do mensalão em 2012, ataca ministros do Supremo.

“Na eleição de 2018, o PTB apoiou Bolsonaro. Desde o início do governo eu disse para ele que o PTB só queria um cargo: o de presidente da República. O chamei para fazer parte do PTB. Hoje, ele se candidata à reeleição e está sozinho, enquanto a esquerda se apresenta como o povo. O candidato da direita, no mundo todo, vem sendo desconstruído”, afirmou na gravação.

Jefferson justificou sua candidatura como uma forma de “somar forças” na “defesa de nossos credos e valores”. “Nossa luta é contra os ricaços da nova ordem mundial. Será a luta da liberdade contra a escravidão”, afirmou.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.