Canções de Elomar Figueira Mello serão interpretadas em concerto ao vivo na Casa Museu Ema Klabin

Tiago Fusco e Verlucia Nogueira abordam a obra do compositor no show Estradar. O CD homônimo da dupla contou com a direção artística de João Omar, filho e parceiro musical de Elomar.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

No próximo dia 7 de agosto, às 16h30, a Casa Museu Ema Klabin traz para o programa #TardesMusicaisEmCasa o duo Tiago Fusco e Verlucia Nogueira. A dupla apresenta direto da Casa Museu com transmissão pelo seu  canal do YouTube o show Estradar,  um mergulho investigativo e criativo na música do poeta e compositor Elomar Figueira Mello.

Tiago Fusco e Verlucia Nogueira abordam a obra do compositor a partir de uma formação inédita para este cancioneiro: o piano e a voz feminina. No repertório, clássicos como:  Bespa, Cavaleiro Do São Joaquim, A Pergunta , Curvas Do Rio, O Pidido, Clariô, História De Vaqueiros, Cantada , Função , Campo Branco , Retirada, Incelença Pro Amor Retirante e Na Quadrada Das Águas Perdidas.

Diferentes estilos:

Tiago conduz a transposição da obra, originalmente escrita para violão, de forma inventiva, transitando ora pelo estilo popular regional e rítmico, ora pelas possibilidades narrativas do instrumento. Já a cantora cearense Verlucia, tendo familiaridade com a linguagem dialetal proposta pelo autor, explora o regionalismo, a dramaticidade e o lirismo das falas e melodias propondo nuances às canções, personagens e paisagens deste repertório.

Para aproximar a abordagem criativa do duo às características e à essência da obra, no processo de gravação do CD Estradar, a dupla contou com a direção artística de João Omar, filho e parceiro musical de Elomar.

Dos sofreres e ânsias do sertanejo à festa. O repertório do Estradar conduz uma grande viagem pela estética sertaneja, através das narrativas épicas, causos de mistérios e valentia; dos lamentos de retirantes; das canções de amor e da festa presentes no cancioneiro elomariano.

O espetáculo tem apoio cultural do Governo do Estado de São Paulo, por meio do ProAC ICMS da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e patrocínio da Klabin S.A.

O piano utilizado nesta edição do Programa Tardes Musicais é cedido pela Fritz Dobbert, parceira da Casa Museu Ema Klabin.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.