Campanha da Sociedade Brasileira de Hipertensão alerta o Brasil sobre os riscos de não controlar a pressão Haverá ações simultâneas no Conjunto Nacional, no Metrô Higienópolis e no Terminal Jabaquara da EMTU

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Dia 26 de abril é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão e para alertar a população dos riscos da pressão alta, a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) inicia a campanha Meça sua Pressão. Visa informar e orientar sobre a importância de se realizar a aferição regular da pressão arterial, e como prevenir a hipertensão arterial.

Importante registrar ainda que haverá ação conjunta com o Departamento de Hipertensão Arterial (DHA) da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) — como representantes brasileiros para a ação MMM-18 da Sociedade Internacional de Hipertensão (ISH). Em termos mundiais, a campanha objetiva realizar medidas de pressão arterial em cerca de 25 milhões de pessoas durante o mês de maio, dedicado mundialmente a Hipertensão Arterial.

“A hipertensão arterial é uma doença silenciosa, pois não causa sintomas e é progressiva. Atinge homens e mulheres e 32,5% dos brasileiros sofrem com ela”, explica a enfermeira Grazia Guerra, coordenadora da campanha, que terá uma programação bem intensa, sendo que, em São Paulo, haverá orientação profissional no Conjunto Nacional, da EMTU Jabaquara e na Estação Higienópolis do Metrô, com médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos, enfermeiros, farmacêuticos e assistentes sociais, todos com o objetivo de sensibilizar as pessoas para a importância de manter a pressão em níveis normais.

Oficinas de saúde para os pacientes
“Teremos diversas oficinas para esclarecer os cidadãos. A da enfermagem fará a medição da pressão e reforçará às pessoas a importância de ter regularmente a sua pressão medida por um profissional de saúde. As nutricionistas vão abordar a alimentação saudável e mudança de hábitos à mesa, enquanto os professores de educação física pontuarão a relevância da atividade física. Haverá ainda psicólogos que orientarão sobre como lidar melhor com o estresse e, para que aqueles que já estão hipertensos, a aceitar o diagnóstico e que o tratamento permite uma vida normal”, adianta Luiz Bortolotto, diretor científico da SBH.

Vídeos educativos na Linha Amarela do Metrô
A campanha começa dia 26 de abril e se estende até 17 de maio. Serão divulgadas neste período mensagens de vídeo na Linha Amarela do Metrô sobre a importância de medir a pressão arterial e a prevenção. Além disso, em conjunto com o DHA da SBC, médicos de todo o País, pertencentes às sociedades, serão estimulados a aferir e registrar a pressão arterial dos seus pacientes para a ação global da ISH.

Horários das ações públicas
No 26 de abril, das 9h às 16:30h, haverá ações simultâneas no Conjunto Nacional e no Estação de Metrô Higienópolis. No 17 de maio, ocorrerão as mesmas ações na Estação de Metro Higienópolis e no Terminal Jabaquara da EMTU, com profissionais de áreas diversas da saúde, também das 9h às 16:30h.

Fatores de risco
Obesidade, histórico familiar, sedentarismo, consumo excessivo de sal, abuso de álcool, e estresse são algumas das causas da doença que pode levar a um enfarto, derrame cerebral e insuficiência renal se não tratada.

“A enfermidade ataca em qualquer idade e não faz distinção de sexo”, ressalta Grazia.

Para evitar a hipertensão ou para controlá-la, é preciso abandonar o cigarro, praticar atividade física, controlar o estresse e diminuir a ingestão de sal.

“O excesso de peso também é um fator de risco importante. Por isso, faremos o cálculo do IMC (Índice de Massa Corpórea), que é como identificamos a obesidade, mas ressalto que é preciso mudar os hábitos para não correr o risco de sofrer de hipertensão”, conclui.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.