A Câmara Municipal de Petrópolis encaminhou ontem ofício ao Comando Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, sugerindo a reativação do curso de formação de soldados no 26º Batalhão da PM, sediado na cidade. A proposta tem por principal objetivo aumentar o efetivo do referido batalhão, tendo em vista que o próprio estágio assistido dos soldados já colocaria um grande número de policiais nas ruas de Petrópolis.

A proposta partiu do vereador Meirelles (PP), que preside a Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal e, foi acatada de imediato pelo presidente da Câmara, vereador Roni Medeiros (PTB), e por outros 11 vereadores da atual legislatura. Segundo Meirelles, o 26º Batalhão tem capacidade para formação simultânea de 60 alunos policiais, como já aconteceu na década de 90, quando o Batalhão de Petrópolis formou seis turmas.

“A sede do 26º Batalhão da PM possui todas as condições físicas e estuturais para voltar a sediar o Curso de Formação de Praças. Lá existem alojamentos, refeitório, stand de tiro (no 32º BIMTZ), enfim, toda a infra-estrutura necessária para formação e o aperfeiçoamento dos policiais militares”, disse Meirelles, que participou a ideia ao Conselho Municipal de Segurança Pública em reunião realizada na última segunda-feira (14), tendo a sido a mesma muito bem recebida pela representação da sociedade civil organizada.

Meirelles lembra que, na contramão do aumento populacional que Petrópolis vem tendo nos últimos anos, o efetivo do 26º Batalhão vem sendo reduzido. Em 1990, segundo ele, eram cerca de 900 policiais lotados em Petrópolis, contra pouco mais de 400 atualmente. Isso faz acender a luz vermelha com relação à segurança pública da cidade, fato que já é conhecido pelo Comandante Geral da PM-RJ, Coronel PM Luis Cláudio Laviano, a quem foi endereçado o ofício.

No início do mês, em reunião do recém-criado Gabinete Itinerante do Comandante-Geral (CICG) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, realizada em Teresópolis, o Comandante mostrou sua preocupação com a questão da segurança em Petrópolis. “A reativação do curso é uma das ações necessárias para reforçar a segurança em nossa cidade, assim como a convocação de policiais militares aprovados no último concurso, realizado em 2014”, finalizou Meirelles.

Fonte: Câmara Municipal de Petrópolis

Crédito da foto: Reprodução da internet