Cai impacto da variante Ômicron sobre o empresariado fluminense

Houve diminuição dos funcionários afastados pela doença, diz IFec RJ.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Pesquisa do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises do Rio de Janeiro (IFec RJ) sobre o impacto da variante Ômicron no empresariado fluminense constatou que o número de empresários do comércio de bens, serviços e turismo do estado do RJ que tiveram seus negócios impactados pelo vírus caiu de 60,5%, em janeiro, para 59,4%, em fevereiro.

Houve também diminuição dos comerciantes que tiveram funcionários afastados por conta da variante: de 58,7%, em janeiro, para 56,7%, em fevereiro. A sondagem ocorreu no dia 7 de fevereiro, com a participação de 209 empresários do estado do Rio de Janeiro.

A pesquisa apurou que o número dos empresários que tiveram afastado apenas um funcionário aumentou de 23,9% (janeiro) para 37,5% (fevereiro), mostrando queda do impacto para o funcionamento dos estabelecimentos. O número de comerciantes que acreditam que terão algum tipo de prejuízo em seus negócios na semana seguinte caiu de 74,3% (janeiro) para 71,3% (fevereiro).

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.