Por Raphael Costa

Aguardando a votação de destaques pelo plenário da Câmara dos Deputados, o Cadastro Positivo é uma das prioridades de aprovação do Governo Federal, e pode injetar um dinheiro considerável na economia de todos estados. No Rio de Janeiro, a estimativa é de que quase duas milhões de pessoas sejam incluídas no cadastro para ganhar créditos.

As informações são de uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Bureaus de Crédito. Segundo o levantamento, com a inclusão dos bons pagadores, serão injetados na economia do estado cerca de R$ 101 bilhões.

Elias Sfeir é presidente Executivo da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) e favorável à aprovação do projeto. Ele esclarece o funcionamento e a utilidade do cadastro que aguarda votação.

“O Cadastro Positivo permite que às empresas que concedem crédito uma avaliação individual e mais precisa do histórico de crédito do consumidor. Com isso, o modelo do Cadastro Positivo pode proporcionar créditos mais acessíveis e baratos por meio da diminuição de títulos na oferta de crédito e maior concorrência na oferta crédito e pela criação do mercado de crédito.”

O presidente executivo da ANBC destaca ainda que, com a aprovação da proposta, mais de 22 milhões de pessoas devem ser incluídas no cadastro de crédito. O PL 441/2017 teve a urgência aprovada em plenário. Depois de ter os destaques aprovados, o texto do Cadastro Positivo deve seguir para a análise e votação do Senado. O texto ainda não tem data definida para ser votada na casa.

Fonte: Agência do Rádio Brasileiro