CABO FRIO: Ciclista cabo-friense participa da “Rio1000k” Marcus Vinicius Telles é o único competidor da região a disputar a ultramaratona ciclística, que percorre 1000 km e três estados em três dias

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O feriado prolongado está sendo de desafio para um seleto grupo de ciclistas de longa distância. Pela primeira vez, o estado do Rio de Janeiro está recebendo uma prova de 1000km. Promovida pelo Audax Rio, a competição, denominada “Rio1000k”, reúne 30 ciclistas de todo o país. No total, são 75 horas de pedal por três estados brasileiros, durante três dias e três noites.

Para se classificar para este evento, os atletas tiveram que completar a série chamada “Super Randonneur”, com provas de 200 Km, 300 Km, 400 Km e 600 km.

A largada foi dada na manhã desta sexta-feira (12) na praia de Costa Azul, em Rio das Ostras. A “Rio1000k” tem um representante cabo-friense na disputa: Marcus Vinícius Telles, mais conhecido como Tatu. É sua primeira participação em uma prova desta distância.

A ultramaratona passa por 19 cidades do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Ao longo do trajeto, os atletas contarão com 14 postos de controle, apoio e certificação. A previsão de chegada a Rio das Ostras é entre a noite deste sábado (13) e a tarde deste domingo (14).

Marcus Vinícius explica como funciona o “Rio1000k”. “É um rali de regularidade. Temos um tempo médio de chegada a cada ponto de controle. Não podemos acelerar demais, nem ficar muito acima do tempo médio previsto para cada distância”, disse o ciclista, que tem como objetivo completar essa prova para, no ano que vem, disputar, na França, a mais importante pedalada de longa distância: a Paris-Brest-Paris, que é realizada a cada quatro anos, com organização do Audax Club Parisien.

O Audax é um evento de ciclismo de longa distância em que o único objetivo dos atletas é completar as provas dentro do tempo limite. Não há vencedores, o desafio é pessoal e a premiação é se classificar para a etapa seguinte, com maior quilometragem. O objetivo comum: superar as próprias marcas e se habilitar a disputar a Paris-Brest-Paris. “Para quem pratica essa modalidade, é a nossa olimpíada, o sonho de qualquer atleta”, finalizou Marcus Vinícius.

Fonte: Prefeitura de Cabo Frio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.