© REUTERS/Thomas Peter/Direitos Reservados

Butantan diz ser impossível CoronaVac ter relação com “evento adverso grave” em voluntário

A Anvisa suspendeu os testes da vacina após ser notificada sobre um “evento adverso grave” em um voluntário.

O presidente do Butantan, Dimas Covas afirmou em coletiva de imprensa nesta terça-feira (10), ser impossível relacionar o “evento adverso grave” que ocorreu com um voluntário participante do estudo clínico da CoronaVac com a vacina. A Anvisa suspendeu os testes da vacina após ser notificada sobre um “evento adverso grave” em um voluntário.

“Como eu disse, do ponto de vista clínico do caso e nós não podemos dar detalhes, infelizmente, é impossível, é impossível que haja relacionamento desse evento com a vacina, impossível, eu acho que essa definição encerra um pouco essa discussão”, disse o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas.

A declaração foi dada em coletiva de imprensa na sede do Instituto Butantan, após o governo de São Paulo se reunir virtualmente com representantes da Anvisa para tratar sobre a suspensão dos testes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também