Bombeiros, moradores e voluntários trabalham no local do deslizamento no Morro da Oficina, após a chuva que castigou Petrópolis, na região serrana fluminense

Busca por desaparecidos em Petrópolis segue no Morro da Oficina, Chácara Flora e Rio Quitandinha

O trabalho é realizado pelo Corpo de Bombeiros com suporte da Defesa Civil do município.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Continuam as buscas por pessoas desaparecidas em Petrópolis. O trabalho é realizado pelo Corpo de Bombeiros com suporte da Defesa Civil do município. Os militares continuam com as buscas aos cinco desaparecidos no Morro da Oficina, Chácara Flora e ao longo do Rio Quitandinha. A Polícia Civil mantém o número 232 óbitos, sendo 138 mulheres, 94 homens e 44 menores de idade. A Secretaria de Assistência Social realiza o atendimento a 1007 pessoas que estão em pontos de apoio do município e nas demais estruturas montadas de forma voluntária pelas comunidades.

Ao todo são no momento 33 pontos de apoio: os do município funcionam com o acolhimento de 890 pessoas em escolas públicas; e os voluntários, estruturados em associações, ONGs e entidades, estão com 117. A Secretaria de Assistência Social oferece o suporte com alimentação, estrutura para a higiene pessoal, atendimentos específicos de assistência social, saúde, psicólogo, além do apoio de Agentes Comunitário e da Defesa Civil.

A população recebe toda a orientação sobre os benefícios que podem ser direcionados de acordo com o perfil social de cada família. Todas as pessoas que precisaram recorrer aos pontos de apoio por terem perdido suas casas, terão direito ao aluguel social no valor de R$ 1 mil. Desabrigados têm prioridade e já foram cadastrados por equipes da Prefeitura.

Pontos de abrigo em funcionamento no município:

  • Pontos de abrigo em escolas municipais e estaduais: Escola Germano Valente; E. M. Papa João Paulo; E.M. Dr. Rubens de Castro Bomtempo; E. M. Duque de Caxias; E.M. Joaquim Deister; E.M. Alto Independência; E. Rui Barbosa; E.M. Geraldo Ventura Dias; E. M. Maria Campos; E. M. Bom Jesus; E.M. Carlos Demiá; E. Nossa Sra. da Gloria; E. João Batista; E. Irmãs Oblatas; CEI Chiquinha Rolla; CEI Carolina Amorim; E.C. Santo Antônio; Paróquia Santo Antônio; C. E. Rui Barbosa.
  • Pontos voluntários nas comunidades: 2ª Igreja Batista; Igreja Católica (Floresta); Igreja Assembleia de Deus Ministério Nação; Igreja Metodista (Instituto Wesleyana); Igreja Nova Jerusalém ; Igreja Batista do Quitandinha; Igreja Unção; Igreja Santíssima Trindade; Igreja Videira; Quadra Oswaldo Cruz – PSF; Associação Vila São José; Capela São Paulo Apóstolo; Salão do BNH do Sargento Boening; Ministério Profético; Clube Palmeiras.

Defesa Civil segue com reforço nas equipes para a realização de vistorias e elaboração de laudos

Desde o dia 15 de fevereiro a Secretaria de Defesa Civil vem atuando intensivamente na realização das vistorias das áreas afetadas. Até o momento, cerca de 2,1 mil vistorias estão em andamento com engenheiros, geólogos e técnicos da secretaria. Ao todo, o município soma 3951 registros de ocorrências por diversas localidades, a maior parte pelo primeiro distrito e por deslizamentos.

As equipes da Defesa Civil ainda atuam no apoio às buscas do Corpo de Bombeiros, com ações relacionadas às atribuições do órgão, como a avaliação estrutural das áreas onde são realizadas as buscas. As equipes também têm acompanhado as ações de detonação de rochas que ainda estão nas localidades afetadas.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.