FOTO DIVULGAÇÃO
FILE - In this May 24, 2018 file photo, Venezuela's President Nicolas Maduro watches a military parade, alongside his Defense Minister Vladimir Padrino Lopez, behind, at Fort Tiuna in Caracas, Venezuela. State television in Venezuela showed President Maduro abruptly cutting short a speech on Saturday, Aug. 4, causing hundreds of soldiers present to break ranks and scatter.(AP Photo/Ariana Cubillos, File)

Brasil propõe investigação internacional contra Nicolás Maduro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A ONU foi submetida a um projeto de resolução que pede a criação de uma investigação internacional contra o regime do presidente da Venezuela, Nicolas Maduro. A proposta será debatida durante a reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU, a partir da semana que vem .

Junto do Brasil, assinam a proposta países como Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala e Peru. México, Uruguai e Equador não aparecem como co-patrocinadores.

O projeto promete contar com uma forte oposição de russos, chineses, turcos, cubanos, bolivianos e outros aliados de Caracas. Já parte dos europeus temem que, ao se criar uma comissão de inquérito, todos os canais de diálogo com Maduro serão minados.

Pelo projeto do Itamaraty, a investigação deveria se concentrar nos abusos cometidos pelo regime desde 2014. No rascunho da declaração, os países pedem que os investigadores determinam se houve crime internacionais. O inquérito, se aprovado, deve ocorrer durante um ano e seus resultados apresentados à Assembleia Geral da ONU e ao Conselho de Direitos Humanos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Ex-vereador Jairinho vira réu por crime de estupro de ex-namorada

De acordo com a denúncia, o ex-vereador é denunciado pelos crimes de estupro, lesão leve, lesão grave, vias de fato e lesão na modalidade de danos à saúde emocional cometidos contra uma ex-namorada durante o período em que se relacionavam, entre os anos de 2014 e 2020.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.